Whatsapp
Em 02/04/2019 11h00 , atualizado em 02/04/2019 11h11

Falência de gráfica não vai atrasar o Enem 2019, diz Inep

Notícias

Gráfica RR Donnelley faz a diagramação e impressão das provas do Enem desde 2009. Casa da Moeda é uma alternativa. Por Adriano Lesme
Crédito da Imagem: Shutterstock
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira, 2 de abril, por meio de um comunicado, que a falência da gráfica que imprime as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não vai atrasar o cronograma.

Saiba tudo sobre o Enem 2019

A gráfica RR Donnelley é responsável pela diagramação e impressão dos cadernos de provas do Enem desde 2009. A empresa firmou um contrato com o Inep depois que uma prova foi roubada na gráfica Plural. Na ocasião, a prova foi cancelada e uma nova versão foi aplicada posteriormente.

Segundo o comunicado do Inep, outras alternativas seguras para a impressão das provas estão sendo avaliadas. Matéria da Folha de São Paulo informou que a Casa da Moeda foi consultada no mês passado, quando surgiram rumores da falência da RR Donnelley. No entanto, o Inep ouviu da Casa da Moeda que é preciso uma alteração no estatuto para poder imprimir as provas do Enem. Atualmente, as negociações estão paralisadas devido à crise no Ministério da Educação (MEC).

Crise no MEC

Os primeiros meses do MEC sob comando do ministro Ricardo Vélez Rodríguez estão sendo marcados por demissões em sua equipe, instabilidade, além de idas e vindas em tomadas de decisões. Entre as baixas do mês de março estiveram o presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues; Tania Leme de Almeida, secretária de Educação Básica; Luiz Antônio Tozi, secretário-executivo; Iolene Lima, secretária-executiva escolhida para o lugar de Tozi; Ricardo Roquetti, assessor. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Inep suspendeu a avaliação da alfabetização para este ano, transferindo a análise para 2021. A decisão pegou de surpresa a secretária de Educação Básica, Tania Leme de Almeida, que pediu demissão após alegar que não foi consultada sobre a medida. No dia seguinte, Vélez revogou a portaria e manteve a avaliação para 2019, além de alegar desconhecimento prévio da suspensão, fato que resultou na demissão do presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues. 

Ainda no Inep, uma comissão inédita foi nomeada para analisar questões do Banco Nacional de Itens do Enem. A medida foi vista por educadores como censura. No entanto, como o presidente do Inep foi demitido, não se sabe se a comissão vai, de fato, funcionar.

Enem 2019

Desde ontem, 1, estão sendo recebidos pedidos de isenção da taxa de inscrição do Enem 2019. Os estudantes que conseguiram a isenção no ano passado, faltaram às provas e desejam obter a isenção novamente precisam justificar a ausência. O prazo para isenção e justificativa de ausência vai até 10 de abril.

Veja passo a passo como solicitar isenção no Enem

As provas do Enem 2019 serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos. O formato das provas continua o mesmo:

1º dia: Redação; Linguagens e Códigos; Ciências Humanas (duração de 5h30)
2º dia: Ciências da Natureza; Matemática (duração de 5h)

Mais informações no Edital do Enem 2019.

Relacionados
Confira todas as etapas de como de se inscrever no Enem 2019 e não perca nenhum detalhe importante. Veja também como pedir isenção de taxa, as datas em que as provas deste ano serão realizadas dentre outras informações.
Os 31 estudantes lançaram a apostila nesta quarta-feira. Na última edição do Enem, 55 candidatos conseguiram alcançar a nota mil na redação.
O Inep registrou queda nos pedidos de isenção do Enem. Este ano, foram 3.687.527 solicitações, número inferior aos mais de 3,8 milhões de 2018.
O Edital do Enem 2019 foi publicado no Diário Oficial da União (D.O.U) com as regras e datas do exame. Valor da taxa também foi divulgado.
As inscrições para o Enem 2019 foram abertas nesta segunda-feira. Os estudantes têm até o dia 17 para fazer o cadastro no principal exame de vestibular do país.
Está aberto o prazo para que estudantes peçam isenção da taxa de inscrição do Enem 2019. Veja quem tem direito ao benefício e como solicitá-lo.
Prazo para os estudantes pedirem a isenção da taxa de inscrição do Enem 2019 e fazer a justificativa de ausência na edição anterior termina nesta quarta-feira. O período começou dia 1º de abril.
Inep divulgou nesta quarta-feira o resultado do pedido de isenção da taxa do Enem 2019 e da justificativa de ausência. Recursos poderão ser apresentados entre 22 a 26 de abril.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES