Whatsapp
Em 15/05/2020 16h17 , atualizado em 15/05/2020 16h28

Enem 2020: Inep reconhece demora na emissão de boletos

Notícias

Marca de 3 milhões de inscritos foi ultrapassada na tarde de hoje. Inscrições podem ser feitas até dia 22 de maio, e taxa deve ser paga até dia 28. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reconheceu nesta sexta-feira, 15 de maio, que houve uma lentidão na emissão dos boletos de alguns inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Estudantes reclamavam da demora desde o início das inscrições, no dia 11, sem qualquer manifestação do Inep.

Segundo o Inep, a demora foi causada devido ao grande volume de acessos, "com muitos pedidos de inscrição simultâneos nos primeiros dias de abertura do sistema". Ainda de acordo com o instituto, todos os boletos foram gerados hoje.

Apesar de não haver mais demora na emissão dos boletos, estudantes relatam outros problemas no processo de inscrição, como ausência de campo para enviar a foto, erro ao informar a data de nascimento e pedidos de isenção negados incorretamente. O Inep não se pronunciou sobre esses possíveis problemas.

Inscrições

O Enem 2020 ultrapassou a marca dos 3 milhões de inscritos por volta das 13h de hoje. Segundo o Inep, 2.955.820 optaram pelas provas impressas e 99.610 pelas provas digitais. O Enem Digital será aplicado para até 101.100 estudantes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As inscrições para o Enem 2020 podem ser feitas até o dia 22 de maio, pela Página do Participante. A taxa é de R$ 85 e pode ser paga até o dia 28 de maio. Mais de 3,4 milhões de participantes conseguiram a isenção da taxa e também precisam fazer a inscrição. A concessão da gratuidade não garante a inscrição no Enem.

Durante as inscrições, o sistema concederá isenção automaticamente para os três grupos de candidatos que têm direito ao benefício:

  • Matriculados no último ano do ensino médio em escolas públicas;
  • Participantes que tenham feito todo o ensino médio em escolas públicas ou com bolsas integrais em colégios particulares, tendo renda de até um salário mínimo e meio (R$ 1.567,50);
  • Inscritos no CadÚnico do Governo Federal, com Número de Identificação Social (NIS) próprio, que tenham renda de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou total de três salários mínimos (R$ 3.135).

As provas impressas do Enem 2020 estão marcadas para os dias 1º e 8 de novembro, e as provas digitais, 22 e 29 de novembro. Mais informações no Edital do Enem Impresso 2020 e no Edital do Enem Digital 2020.

Relacionados
Nesta quarta-feira, 13 de maio, o presidente Jair Bolsonaro cogitou o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, cujas provas estão marcadas para novembro
As inscrições do Enem 2020 foram prorrogadas pelo Inep. Provas ainda não têm datas para aplicação.
Estudantes estão relatando nas redes sociais alguns problemas durante o processo de inscrição no Enem 2020. As inscrições foram abertas na última segunda-feira, dia 11 de maio.
Inep informou que estudantes sem RG podem fazer a inscrição no Enem 2020 apresentando outros documentos, como, por exemplo, o número do CPF. 
O Inep informou na tarde de hoje, 20/05, que vai adiar a aplicação das provas do Enem 2020.
Inep e MEC têm demonstrado descaso com os pedidos de adiamento por parte de estudantes e políticos. Apresento três soluções para o Enem 2020.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES