Em 15/05/2020 16h17 , atualizado em 15/05/2020 16h28

Enem 2020: Inep reconhece demora na emissão de boletos

Notícias

Marca de 3 milhões de inscritos foi ultrapassada na tarde de hoje. Inscrições podem ser feitas até dia 22 de maio, e taxa deve ser paga até dia 28. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reconheceu nesta sexta-feira, 15 de maio, que houve uma lentidão na emissão dos boletos de alguns inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Estudantes reclamavam da demora desde o início das inscrições, no dia 11, sem qualquer manifestação do Inep.

Segundo o Inep, a demora foi causada devido ao grande volume de acessos, "com muitos pedidos de inscrição simultâneos nos primeiros dias de abertura do sistema". Ainda de acordo com o instituto, todos os boletos foram gerados hoje.

Apesar de não haver mais demora na emissão dos boletos, estudantes relatam outros problemas no processo de inscrição, como ausência de campo para enviar a foto, erro ao informar a data de nascimento e pedidos de isenção negados incorretamente. O Inep não se pronunciou sobre esses possíveis problemas.

Inscrições

O Enem 2020 ultrapassou a marca dos 3 milhões de inscritos por volta das 13h de hoje. Segundo o Inep, 2.955.820 optaram pelas provas impressas e 99.610 pelas provas digitais. O Enem Digital será aplicado para até 101.100 estudantes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As inscrições para o Enem 2020 podem ser feitas até o dia 22 de maio, pela Página do Participante. A taxa é de R$ 85 e pode ser paga até o dia 28 de maio. Mais de 3,4 milhões de participantes conseguiram a isenção da taxa e também precisam fazer a inscrição. A concessão da gratuidade não garante a inscrição no Enem.

Durante as inscrições, o sistema concederá isenção automaticamente para os três grupos de candidatos que têm direito ao benefício:

  • Matriculados no último ano do ensino médio em escolas públicas;
  • Participantes que tenham feito todo o ensino médio em escolas públicas ou com bolsas integrais em colégios particulares, tendo renda de até um salário mínimo e meio (R$ 1.567,50);
  • Inscritos no CadÚnico do Governo Federal, com Número de Identificação Social (NIS) próprio, que tenham renda de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou total de três salários mínimos (R$ 3.135).

As provas impressas do Enem 2020 estão marcadas para os dias 1º e 8 de novembro, e as provas digitais, 22 e 29 de novembro. Mais informações no Edital do Enem Impresso 2020 e no Edital do Enem Digital 2020.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES