Em 03/11/2017 08h54 , atualizado em 03/11/2017 13h04

Enem 2017: participantes com mais de 30 anos tentam mudar de carreira

Notícias

Melhores condições de vida, aspecto financeiro e decepção com a profissão são os motivos que levam adultos a fazerem o Enem. Por Silvia Tancredi
Elber é biólogo, mas vai fazer o Enem para estudar Arquitetura e Urbanismo
Elber é biólogo, mas vai fazer o Enem para estudar Arquitetura e Urbanismo
PUBLICIDADE

Qualidade de vida, salários mais altos, mudança de rotina ou, simplesmente, transformar um sonho em realidade. Esses são alguns dos motivos pelos quais pessoas que já chegaram na casa dos 30 anos resolvem mudar de carreira.

E, para mudar de profissão, alguns resolvem fazer outro curso superior e escolhem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como o caminho. No Enem 2017, 920.692 participantes têm mais de 30 anos, o que representa 13,67% do total de 6.731.203 inscritos.

O maior processo seletivo do país permite ingressar em universidades públicas e privadas por meio do SiSU, ProUni e Fies.

Histórias

Elber Salvino (foto acima), 30 anos, mora em Belém (PA) e é formado em Biologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ele conta que escolheu a carreira por gostar da disciplina na escola. Porém, o curso não foi o que ele esperava, uma vez que tinha a ideia de trabalhar na prática, em prol da comunidade, mas a universidade era mais voltada para a pesquisa.

Há sete anos, Elber trabalha em um escritório de arquitetura, onde se encontrou. “Faço desenhos técnicos, visitas, tenho contato com clientes. Gosto da área e, hoje, tenho segurança para dizer que quero cursar Arquitetura e Urbanismo”, avalia.

Gabriela é publicitária e vai fazer o Enem para
ingressar em Direito

Por outro lado, Gabriela Arão, de Goiânia (GO), também com 30 anos, amou estudar Publicidade e Propaganda na Universidade Federal de Goiás (UFG) e achou o curso bem completo em termos de mercado. Ela trabalhou na área por três anos em grandes empresas na sua cidade natal e em Brasília (DF) e, atualmente, é funcionária pública federal. Mas, então, por que ela resolveu tentar outra carreira?

“Resolvi mudar para Direito por conta da qualidade de vida e da estabilidade financeira” (Gabriela Arão)

A publicitária pretende estudar o curso de Direito. “Percebi que, ao longo dos últimos anos, desenvolvi algumas habilidades e conhecimentos que despertaram meu interesse nessa área”, analisa Gabriela.

Cursinho on-line

Os últimos dez meses da vida de Elber, de domingo a domingo, foram focados nos estudos para o Enem 2017. No início ele tentou estudar sozinho, com livros e apostilas, mas, conforme conta, não deu muito certo.

O futuro arquiteto resolveu então se inscrever no curso online ProEnem. Segundo ele, foi uma opção acertada, porque consegue fazer o seu próprio horário e, com isso, ver mais resultados. 

“O curso já tem um plano de aulas. Sei quais são as matérias que tenho que estudar por dia. Como as aulas são gravadas, assisto quando posso. Normalmente, as vejo à noite e, durante o dia, faço revisões ou exercícios”, detalha o futuro arquiteto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Elber sabe da importância da redação do Enem e das particularidades do texto, como, por exemplo, não ferir os direitos humanos. “O plano do meu curso tem como foco oito redações por mês. Hoje, mais próximo às provas, tenho feito um texto por dia.”, conta.

“O psicológico conta muito no Enem e fazer muitos simulados, treinar, conhecer a prova, é excelente. Fazer isso da segurança e confiança" (Elber Salvino)

O participante afirma que estaria mentindo se dissesse que não está ansioso, mas, por ter se preparado bem, está seguro. “Não existe prova difícil. A maior dificuldade do Enem é que é uma prova cansativa e longa”, analisa.

Cursinho presencial

Gabriela se prepara para o Enem 2017 desde agosto. Para isso, está fazendo um curso preparatório de segunda a sexta-feira e estuda em casa aos fins de semana. 

A publicitária diz que tem consciência de que há pessoas que estão se preparando há mais tempo e mais intensivamente que ela. Mesmo assim, ela se sente tranquila para encarar a maratona de provas.

“Para a falta de tempo, que geralmente é a muleta de todos os que já se formaram e trabalham arduamente ao longo do dia, é necessário ter disciplina e organização. Não é fácil, mas também não é impossível”, avalia a publicitária.

Dicas

Ambos os profissionais acreditam que nunca é tarde para mudar de carreira. Anote as dicas que eles passaram!

  • Nunca pense que está velho para tentar uma nova carreira
  • Acredite que a experiência traz mais foco na hora de escolher o que quer fazer
  • Não fique no “e se”. Mexa-se para realizar os anseios do seu coração
  • Imagine o que quer fazer nos próximos cinco anos
  • Foque em realizar o seu desejo
  • Sempre corra atrás dos seus sonhos

 

Especificamente em relação ao Enem, o futuro arquiteto dá a dica para se dar bem: “O psicológico conta muito e fazer muitos simulados, treinar, conhecer a prova, é excelente. Fazer isso da segurança e confiança.”

Enem 2017

As provas do Enem 2017 serão realizadas nos dias 5 e 12 de novembro. No primeiro dia, os participantes farão uma redação e responderão 90 questões objetivas de Linguagens e Códigos e Ciências Humanas. No outro domingo, serão mais 90 questões de Matemática e Ciências da Natureza.

Veja também: Videoaulas serão transmitidas na véspera das provas

O Brasil Escola fará a correção comentada do Enem 2017 logo depois das provas. Os gabaritos oficiais serão divulgados no dia 16 de novembro, e o resultado do Enem está previsto para 19 de janeiro de 2018.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES