Em 28/07/2020 09h32 , atualizado em 28/07/2020 10h12

Após adiamento, inscrições do Fies 2020/2 estão abertas

Notícias

Interessados em conseguir o financiamento devem se inscrever até o dia 31 de julho. São 30 mil vagas. Por Giullya Franco
PUBLICIDADE

O Ministério da Educação (MEC) abriu na manhã desta terça-feira, 28 de julho, as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2020/2. Interessados podem se inscrever até 31 de julho.

Inscreva-se no Fies

O período das inscrições do Fies estava previsto para a última semana, entre 21 e 24 de julho. As inscrições não foram abertas na data e, somente na noite do dia 21, o MEC divulgou o novo cronograma.

Para adiar o Fies 2020/2, o MEC alegou inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino.

Quem pode se inscrever no Fies?

Pode se inscrever no programa quem fez as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, alcançou média de 450 pontos no exame e não zerou a redação. Além disso, o candidato deve comprovar possuir renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Veja: Entenda como funciona o Fies

Para 2020 o MEC informou que 100 mil vagas seriam disponibilizadas para o Fies 2020, sendo divididas pelos dois semestres do ano. Na edição do segundo semestre são 30 mil vagas.

Como fazer a inscrição no Fies 2020/2?

Os interessados no Fies podem escolher até três opções de curso no momento da inscrição. Veja o passo a passo:

1) Acessar o Site do Fies e clicar em “Minha Inscrição”. Quem ainda não tem o cadastro no Governo Federal precisa realizá-lo. Se já tiver é só seguir com a inscrição e clicar em “Entrar com gov.br”

2) Faça o seu login utilizando o CPF e a senha que foi cadastrada. Neste momento você será direcionado para a página de Dados Cadastrais do Fies para informar os seus dados pessoais. Quem deseja utilizar o nome social deve escolher essa opção no sistema;

3) A próxima página é a do Questionário. Neste momento o participante informa a raça/cor, se é portador de deficiência e dados sobre a formação escolar;

4) Na página de Grupo Familiar o estudante deve informar os dados pessoais das pessoas de sua casa, assim como a renda bruta e grau de parentesco;

5) A opção Grupo de Preferência é onde o candidato vai escolher até três opções de cursos para o financiamento. Primeiro é necessário escolher o estado, seguido por município, curso e instituição de ensino que tenha interesse em cursar. Caso não tenha instituição em mente, o sistema mostra as opções disponíveis;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

6) Após a gravação do curso escolhido, os interessados que já estão cursando devem marcar a quantidade de semestres que já foram concluídos. Se for começar o curso agora marque a opção zero; 

7) Com todo o processo feito é só aceitar os termos e afirmar que você não é um robô parar concluir o cadastro.

Se ainda ficou dúvidas sobre o processo se inscrição no Fies, confira o vídeo explicativo abaixo:

Resultado

A divulgação dos pré-selecionados será feita no dia 4 de agosto. Os convocados terão até o dia 6 de agosto para fazer a complementação das informações. A pré-seleção dos candidatos da lista de espera será até 31 de agosto e, após a convocação, os pré-selecionados terão três dias úteis para complementar os dados.

ProUni e Fies

Os estudantes contemplados com bolsa de estudo parcial no Programa Universidade Para Todos (ProUni) também podem se inscrever no Fies para tentar o financiamento do restante da mensalidade do curso.

Veja: Como usar o Fies e o ProUni juntos

P-Fies

A partir desta edição do Fies a modalidade P-Fies deixou de fazer parte da seleção. O P-Fies oferecia financiamento de 50% do curso, tinha juros definidos pelos bancos e o número de vagas não era predefinido. Os candidatos podiam apresentar renda familiar de até cinco salários mínimos. O programa mudará de nome para não ter confusão com o Fies e não terá mais o Enem como seleção. Até o momento não foram divulgadas mais informações sobre o programa.

Suspensão do pagamento

Uma lei que suspende o pagamento do Fies durante o período de calamidade pública foi sancionada no dia 10 de julho. O período de calamidade pública por conta da pandemia do coronavírus foi decretado em 20 de março e tem duração prevista até 31 de dezembro de 2020.

Para mais informações sobre o Fies 2020/2 acesse o edital.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES