Topo
pesquisar
Em 29/07/2019 07h18, atualizado em 30/07/2019 09h49

10 temas que podem cair na redação do Enem 2019

Enem

Assuntos neutros e de interesse geral devem tomar lugar de temas polêmicos e progressistas na redação do Enem 2019 Por Lorraine Vilela Campos
Professores listam temas que são trabalhados com os participantes do Enem 2019
Professores listam temas que são trabalhados com os participantes do Enem 2019
PUBLICIDADE

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é algo que gera expectativa em quem vai fazer as provas. Independente do assunto, o texto sempre apresentará um problema e o participante terá que formular uma solução para o caso, a chamada proposta de intervenção. 

Treine sua redação para o Enem 2019

Com experiência em cursinhos preparatórios para o Enem, Daniela Loro e Gabriela Araújo (Poliedro), Megy Abrão (Quero Bolsa e Cursinho da Poli USP) e Marcelo Pavani (Oficina do Estudante) trazem suas apostas de temas para a redação do Enem 2019. 

Fim dos temas polêmicos

O Ministério da Educação (MEC) já havia anunciado que o Enem 2019 não terá questões consideradas polêmicas e “ideológicas”, referindo-se aos assuntos abordados em edições anteriores, mesmo posicionamento que deve valer para o tema da redação deste ano. 

Com as mudanças no Governo e nas diretrizes do Inep/MEC, o diretor pedagógico do Oficina do Estudante, cursinho de Campinas, Marcelo Pavani, ressalta que é mais fácil “prever” assuntos que não estarão presentes na redação. 

“Temas ‘engajados’, que sugiram pautas associadas a movimentos sociais ou a uma visão de mundo mais progressista, como questões identitárias ou de gênero, racismo, feminismo ou pautas LGTBQ+, bem como aquelas ligadas à preservação ambiental não devem aparecer na redação”. (Marcelo Pavani, Oficina do Estudante)

A aposta dos professores é de temas que possam ser consensuais na sociedade brasileira atual. “Pensando nisso, o tema deste ano tende a ser mais fácil de ser desenvolvido no texto”, ressalta a coordenadora de redação do curso Poliedro de São Paulo, Gabriela de Araújo Carvalho. 

Temas para o Enem 2019

Discurso de ódio na internet

O acesso à internet possibilita a inclusão social e a troca de experiências entre pessoas de diferentes lugares, mas é o discurso de ódio que tem chamado a atenção com a popularização das redes sociais. Para Megy Abrão, os posicionamentos extremos na rede podem ser abordados com o tema “Os efeitos da cultura de ódio na internet”, promovendo a reflexão sobre os motivos que levam os usuários a serem agressivos e se juntarem em grupos para propagar preconceitos e atacarem indivíduos ou ideias com os quais não concordam. 

Já Daniela Loro aposta em “Letramento Digital” como possibilidade de abordar o discurso de ódio. “É óbvia a dificuldade em lidar com a ferramenta (internet) e com a pluralidade de ideias”, destaca a professora, questão que ela considera como um paradoxo da chamada “Era da Informação”. 

Volta de doenças erradicadas ou Movimento Antivacina

Doenças consideradas erradicadas após a massificação das vacinas estão voltando a aparecer, como é o caso do Sarampo no Brasil. 

O principal motivo para o ressurgimento das doenças é o crescimento do movimento conhecido como antivacina, pessoas que são contra a imunização e colocam em risco a saúde pública. “Esse tema se relaciona com responsabilidade social e, sem dúvidas, traz implicações graves ao país”, ressalta Daniela. 

Movimentos antivacina contribuem para a volta de doenças que estavam erradicadas

Temas da área da Educação

Os temas ligados à Educação e ao ambiente escolar também estão entre as apostas dos professores para a redação do Enem 2019. Veja quatro possíveis assuntos:

Alfabetização: Gabriela de Araújo chama a atenção para as 11,5 milhões de pessoas acima de 15 anos analfabetas, uma taxa de 7% de analfabetismo segundo dados do IBGE. Os participantes podem falar sobre o direito à educação, fazendo um comparativo com os dados escolares dos brasileiros e propondo soluções para minimizar tal desigualdade. 

Evasão Escolar: Como o Brasil apresenta a terceira maior evasão escolar do mundo - dados Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) – o tema é importante para ser abordado no Enem 2019. É possível se sair bem fazendo uma análise do perfil das pessoas que mais abandonam os estudos e seus motivos, trazendo uma solução para esta parcela da população.

Educação Domiciliar: Projeto de Lei do atual Governo (que pode mostrar um posicionamento da nova temática do Enem), a Educação Domiciliar pode ser abordada levando em consideração a qualidade da educação brasileira e de que maneira o estudo em casa pode ser positivo. 

Violência nas Escolas: Daniela Loro destaca os acontecimentos recorrentes de violência nas escolas e a necessidade de reflexão sobre o tema. “Um espaço para o desenvolvimento do saber e formação cidadã, ao se transformar em um território agressivo, significa também declínio das instituições familiares, políticas e sociais”, ressalta. 

A violência no Brasil e a redução da maioridade penal

O atual governo aposta na redução da maioridade penal como diminuição do envolvimento de jovens nos crimes, mas há uma discussão se essa é a melhor saída ou se haverá um aumento no número de prisões e crescimento do já sobrecarregado sistema prisional brasileiro. Os estudantes precisam usar as estatísticas atuais para se posicionarem sobre a temática. 

Uma forma de abordar o tema é a analisar os motivos que levam os jovens ao crime. Megy ressalta que de aproximadamente 60 mil pessoas assassinadas em 2017, a maior parte é composta por jovens, geralmente negros e que moram nas periferias de grandes cidades.

Migrações e a questão dos refugiados

O Brasil é um país que recebe imigrantes e refugiados diariamente, em especial os venezuelanos que buscam refúgio em terras brasileiras, sendo a porta de entrada o estado de Roraima. Megy aposta na possibilidade de se abordar os ataques aos estrangeiros que se encontram nessa condição e como combater a xenofobia.

As consequências da migração dos refugiados pode ser abordado na redação do Enem 2019

Combate à depressão na sociedade brasileira

O número de suicídios no Brasil chama atenção para os efeitos da depressão na vida das pessoas, doença que, por vezes, é neglicenciada. Uma redação do Enem com tal tema pode trabalhar as políticas públicas para prevenção de suicídios, assistência para quem tem depressão ou outras doenças psiquiátricas e estimular a busca pelos cuidados com a saúde mental.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exploração Sexual Infantil

A exploração sexual infantil é algo presente na sociedade brasileira e com muitos dados para que o estudante possa se basear para seu texto. “É um tabu e perpetua algumas mazelas sociais, como a perpetuação do círculo de pobreza, a cultura da violência, o machismo, o abuso de poder”, relata Daniela. 

Redação no Brasil Escola

Você pode aproveitar o Brasil Escola para estudar de graça para o Enem 2019! Confira nosso canal no YouTube com videoaulas de redação e se prepare para o exame onde estiver!

Outra forma de treinar a sua redação no Brasil Escola é pelo Banco de Redações! Você faz o seu cadastro no site, confere o tema do mês e as regras para envio e manda seu texto para que uma corretora profissional possa corrigir sua redação gratuitamente. 

Assista às nossas videoaulas
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola