Topo
pesquisar
Em 12/09/2016 14h39, atualizado em 12/09/2016 15h02

Inclusão x Mídia: a ausência das Paralimpíadas na TV aberta

Blog da Redação

O artigo não representa a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

Competições não são transmitidas por grandes emissoras, assim como a cerimônia de abertura. Por Lorraine Vilela Campos
As Paralimpíadas Rio 2016 possuem 528 provas em 23 esportes
As Paralimpíadas Rio 2016 possuem 528 provas em 23 esportes
PUBLICIDADE

Os Jogos Paralímpicos são uma oportunidade de mostrar a todo o mundo o papel inclusivo e transformador do esporte. Quantas pessoas com alguma deficiência não se inspiram nos atletas que disputam 528 provas de 23 esportes, buscando não só conquistar medalhas, mas também atingir a superação?! 

Veja também: Confira 10 temas sobre as Olimpíadas que podem cair no Enem

Apesar da importância dos jogos e da mobilização em torno deles, um fato chamou a atenção na última quarta-feira (7). Os grandes canais da TV aberta do Brasil exploraram as Paralimpíadas em seus jornais e programas de entretenimento e contaram repetidas vezes as histórias de diferentes atletas, mas não deram espaço em suas programações para a transmissão da cerimônia de abertura, ao contrário da força tarefa que foi montada nos Jogos Olimpícos no último mês de agosto. 

Leia mais: O pessimismo da imprensa brasileira nas Olimpíadas Rio 2016

A cerimônia de abertura das Paralímpiadas também contou com uma grande produção, profissionais de peso na equipe responsável, além das participações artísticas, como foi o caso do maestro João Carlos Martins, responsável pela execução do Hino Nacional. No entanto, as emissoras optaram por manter suas grades normais ao invés de abrir espaço para um evento tão importante para a representatividade das pessoas com deficiência. Tanto se fala em inclusão, mas pouco se vê na prática. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A mesma ausência de transmissão ao vivo se repete em grande parte das emissoras no que diz respeito à exibição dos jogos. Os feitos dos atletas só aparecem nos principais veículos de comunicação em pequenos flashes ou pequenos resumos veiculados em programas de esportes e jornais. 

Sucesso dos Jogos

Após a baixa procura inicial por ingressos, o que motivou diversas campanhas de divulgação nas redes sociais, as Paralimpíadas Rio 2016 registraram a segunda melhor marca de vendas de todos os jogos, perdendo apenas para a edição de Londres, em 2012. Dos 2,5 milhões de entradas disponibilizadas, 1,9 milhões já foram vendidas.

Os atletas brasileiros têm ganhado o carinho e apoio do público durante as competições e também nas redes sociais. O Brasil está, até o momento, na quinta posição no quadro de medalhas. 

A tendência é que as Paralímpiadas sejam um sucesso, levando em consideração os números apresentados em poucos dias de competição. É uma pena que a TV aberta não abra mais espaço para mostrar a superação dos atletas paralímpicos e estimular a inclusão social. 

Por Lorraine Vilela

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola