Em 29/05/2020 08h53 , atualizado em 29/05/2020 08h58

Enem como alternativa aos vestibulares em tempos de pandemia

Blog do Vestibular

O artigo não representa a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

Instituições de ensino superior estão substituindo aplicação das provas pelo aproveitamento das notas do exame. Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

A pandemia da Covid-19 causou o adiamento ou suspensão de muitos vestibulares pelo país. As medidas sanitárias adotadas exigem o distanciamento social para evitar a transmissão do novo coronavírus, o que impactou diretamente na realização de provas para ingresso de novos alunos no ensino superior. 

A declaração de pandemia feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em março deste ano, pegou as instituições de surpresa, já que os cronogramas da maioria dos vestibulares estavam definidos e algumas seleções com inscrições em andamento. Para minimizar o prejuízo tanto para as universidades quanto para os estudantes que estão em ano de vestibular, o Enem tornou-se uma saída.

A adoção do Enem permite que as instituições de ensino selecionem os candidatos com provas já aplicadas pelo Inep, sendo o processo de aproveitamento totalmente digital, o que diminui a necessidade de interação e evita a exposição de seus funcionários e dos vestibulandos a um possível contágio pela Covid-19. 

O uso do Enem não é novidade no ensino superior, o que muda é o motivo da escolha do exame como seleção. O cenário atual é diferente, a adoção do Enem surge como plano emergencial para evitar o cancelamento de vestibulares, como é o caso da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) que precisou desistir das provas e usar as notas o Enem (de 2017 a 2019) como ingresso do Vestibular de Inverno 2020.  

Questionamentos

Com o grande número de instituições aceitando notas do Enem como ingresso, algumas de edições anteriores a reformulação do exame - o que torna diferente o nível de dificuldade do exame e o conteúdo exigido nas provas - fica o questionamento sobre a qualidade de uma seleção definida às pressas. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O uso do Enem pode sim resultar em seleções bem planejadas e com qualidade. Com processos seletivos via Enem realizados anualmente, Unicamp, Unesp, UFPA e UEPA são algumas das universidades que adotam de forma eficaz parâmetros de uso do exame para ingresso em suas vagas, contam com regras definidas divulgadas publicamente em editais e possuem certo grau de dificuldade no ingresso, inclusive pela alta procura. 

Enem 2020

O Enem 2020 não será utilizado pelas instituições para ingresso neste ano, já que as notas do exame serão divulgadas somente em 2021. No entanto, a pontuação continua a ser a principal forma de entrada no ensino superior público por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). 

Mesmo sendo o método mais comum para entrar em uma universidade pública, o Enem vem apresentando queda no número de inscritos. Em 2020, o Inep registrou 6,1 milhões de inscrições totais, menor quantidade desde 2011

O Enem 2020 levantou discussões antes mesmo da abertura de suas inscrições em razão de sua realização em época de pandemia. Por fim, o exame teve suas provas adiadas e um novo cronograma será definido após pesquisa com os inscritos

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES