Em 17/12/2019 14h41 , atualizado em 18/06/2020 11h25

ProUni 2020

ProUni

Participantes que fizeram as provas do Enem 2019 podem concorrer às bolsas do ProUni 2020 Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

O Programa Universidade para Todos (ProUni) terá duas edições em 2020, uma para cada semestre letivo. A edição do primeiro semestre já encerrou e a do segundo semestre receberá inscrições em julho, logo após o resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Se você quer saber como funciona o ProUni, vamos explicar tudo nos próximos parágrafos.

O que é o ProUni?

O ProUni é um programa do Governo Federal que concede bolsas de estudo em faculdades particulares para estudantes que participaram do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As bolsas podem ser parciais, de 50%, ou integrais.

Quando será o ProUni 2020?

As datas do ProUni 2020 do segundo semestre serão divulgadas em breve. Por enquanto, foi divulgado apenas o prazo de inscrição.

Veja as datas do ProUni 2020/2

Inscrições: 14 a 17 de julho
Resultado: 21 de julho
Comprovação das informações: 21 a 28 de julho
Registro no SisProUni: 21 a 31 de julho
Segunda chamada: 4 de agosto
Comprovação das informações: 4 a 11 de agosto
Registro no SisProUni: 4 a 14 de agosto
Inscrições lista de espera: 18 a 20 de agosto
Convocações da lista de espera: 24 de agosto
Comprovação das informações: 24 a 28 de agosto
Registro no SisProUni: 24 de agosto a 2 de setembro

Acesse o Edital do ProUni 2020/2

Quem pode participar do ProUni 2020?

Nem todos os estudantes podem se candidatar às bolsas do ProUni 2020. O primeiro pré-requisito é ter feito o Enem 2019 e conseguido uma média igual ou superior a 450 pontos e nota acima de zero na redação.

Saiba como calcular a média do Enem para o ProUni

Além de ter feito o Enem, o candidato precisa ter estudado todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em colégio particular. Estudantes que concluíram o ensino médio pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) ou Enem (2009 a 2016) e pessoas com deficiência também podem participar do ProUni. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

ATENÇÂO: As escolas do Sistema S (Sesi, Senac, Senai) não são consideradas escolas públicas.

O ProUni também permite a participação de professores do ensino básico na rede pública, desde que concorram às vagas em cursos de licenciatura, Normal Superior ou Pedagogia.

Qual o limite de renda para o ProUni 2020?

Bolsas parciais: para estudantes com renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.093) por membro da família;

Bolsas integrais: para estudantes com renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio (R$ 1.546,50) por pessoa.

Apenas os professores não precisam comprovar renda.

Regras e novidades do ProUni 2020

A única novidade anunciada é a possibilidade das faculdades oferecerem bolsas adicionais em cursos a distância, desde que integrais. As bolsas adicionais são aquelas oferecidas além do acertado no termo de adesão assinado com o Ministério da Educação (MEC). Antes, essas bolsas eram restritas aos cursos presenciais.

Como fazer a inscrição no ProUni 2020?

As inscrições para o ProUni 2020 são feitas apenas pela internet, no siteprouni.mec.gov.br, no período determinado no edital de cada edição. Os candidatos devem ter em mãos o número do CPF e o número de inscrição do Enem 2019.

Saiba como recuperar a senha do Enem

Dentro do sistema do ProUni, o estudante precisará escolher até duas opções de faculdade, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência, conforme as opções disponíveis para sua renda.

Assista às nossas videoaulas
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES