Topo
pesquisar
Em 28/08/2014 18h08, atualizado em 29/08/2014 11h00

UERJ anuncia mudanças para evitar fraude no Sistema de Cotas

Notícias

Autodeclaração racial deverá ser justificada, no ato da inscrição, a partir do Vestibular 2015. Por Wanja Borges
PUBLICIDADE

Após cancelar a matrícula de uma aluna do curso de Administração por declarar informações socioeconômicas falsas no Sistema de Cotas, a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) passará a solicitar a autenticidade da autodeclaração racial, no ato da inscrição. A medida já entra em vigor no Vestibular 2015.

A partir de agora, os vestibulandos deverão explicar, por extenso, por que se inscreveram naquele grupo, citando cor da pele, ascendência familiar e contexto cultural. Antes, só era exigido a assinatura um modelo de autodeclaração. A informação só será utilizada em casos de denúncia, para subsidiar ou não o cancelamento de uma matrícula. 

Dicas de vestibular por SMS

Assistentes sociais também poderão fazer visitas às casas dos alunos. A decisão foi tomada após uma reunião da procuradoria da Universidade com o Ministério Público Estadual e informada pela Assessoria de Imprensa da instituição. No início do ano, um aluno de Medicina também teve a matrícula cancelada por apresentar documentação falsa. Outros 10 casos de suspeita de fraude estão sendo investigados. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Das vagas oferecidas pela UERJ, 45% são reservadas para o Sistema de Cotas, que contempla candidatos de famílias que possuem renda bruta mensal per capita de R$ 1.017. Destas, 20% são para estudantes de escolas públicas, 20% são para negros e indígenas e 5% são para pessoas com deficiência. 

*Com informações da Agência Brasil

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola