Em 18/08/2008 17h59 , atualizado em 01/10/2019 13h21

Relações Internacionais

Guia de Profissões

Internacionalistas são preparados para atuar em assuntos econômicos e diplomáticos no mundo Por Silvia Tancredi
Profissional de Relações Internacionais deve ser analítico e estratégico
Profissional de Relações Internacionais deve ser analítico e estratégico
PUBLICIDADE

O curso de Relações Internacionais, também conhecido como RI, possibilita que o estudante tenha uma ampla visão de mundo, especialmente política e econômica, a partir de uma perspectiva multidisciplinar. 

Durante o curso, o jovem vai aprender a constituir relações sociais com povos de diferentes nações e culturas. Ele também vai analisar fenômenos mundiais como globalização, integração regional, meio ambiente, formação de blocos econômicos, entre outros.

O futuro internacionalista, como é chamado o profissional de RI, precisa ter algumas características como ser curioso, estar atualizado com os fatos mundiais, gostar de resolver problemas, ser capaz de ser analítico e estratégico e ter interesse em realizar viagens.

Para mandar bem na carreira, é interessante que o jovem goste bastante de Ciências Humanas (história, geografia e sociologia) e de línguas estrangeiras. 

Curso

O curso de Relações Internacionais tem como objetivo formar profissionais que dominem os fundamentos históricos, econômicos, políticos e jurídicos necessários à compreensão dos fenômenos internacionais.

Grade curricular

A graduação começa com disciplinas mais básicas e teóricas, como Ciência Política, Direito, Economia e a própria História da RI. Nos anos seguintes, os estudantes veem matérias obrigatórias como Comércio Exterior, Direito Internacional, Política Externa Brasileira e Economia Internacional.

Em algumas instituições, como na Universidade de São Paulo (USP), os alunos do curso também devem estudar disciplinas optativas, como, por exemplo, Sociologia Jurídica, Direito Internacional do Meio Ambiente, Saúde Global, Direitos Humanos e Desenvolvimento. 

Nos dois últimos períodos da grade de Relações Internacionais, também é necessário fazer o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O estágio não é obrigatório, mas, caso o jovem o faça, conta como atividade complementar. 

É fundamental que o estudante do curso de Relações Internacionais domine, pelo menos, a língua inglesa. Saber outros idiomas agrega ainda mais valor ao currículo do profissional.

Duração

O curso de Relações Internacionais tem a duração de quatro anos ou oito períodos, conforme a instituição de ensino. 

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho de Relações Internacionais é amplo e está em crescimento, tanto nos setores privados e públicos como no terceiro setor. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os profissionais podem atuar em empresas multinacionais, com comércio exterior, em agências de cooperação estrangeiras que atuam no Brasil e em organizações internacionais como, por exemplo, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Há também possibilidade de trabalhar em Organizações Não-Governamentais (ONGs) brasileiras que atuem no mercado internacional e estrangeiras que atuem no país.

Outra opção de mercado de trabalho para Relações Internacionais é no serviço diplomático, como no Ministério de Relações Exteriores (Itamaraty), embaixadas e outros órgãos. 

Palácio do Itamaraty
Internacionalistas fazer concurso para trabalhar no Palácio do Itamaraty

É comum, ainda, que estudantes e profissionais da área de RI estudem para o concurso do Instituto Rio Branco, a academia diplomática do Brasil. O certame é um dos mais concorridos do país e que exige domínio de, no mínimo, três idiomas. 

Por fim, os internacionalistas também podem atuar na área de ensino e pesquisa em universidades e instituições de ensino superior.

Salário

A média salarial de um analista de Relações Internacionais, no Brasil, é de R$ 4.233,80, segundo a agência Catho. Quem consegue aprovação no concurso do Instituto Rio Branco tem salário inicial de R$ 19 mil. Um embaixador ganha mais de R$ 27 mil.

Onde cursar Relações Internacionais

Região Centro-Oeste
Distrito Federal: UnB, Uniceub, Unieuro, UCB.
Goiás: UFG, PUC-Goiás.
Mato Grosso do Sul: Unaes, Uniderp, UFGD.

Região Nordeste
Bahia: FIB, Jorge Amado.
Paraíba: UEPB, UFPB.
Sergipe: UFS.

Região Norte
Pará: Unama.
Roraima: UFRR.
Amapá: Unifap

Região Sudeste
Espírito Santo: UVV.
Minas Gerais: PUC-Minas, UFU, Uni-BH.
Rio de Janeiro: UFRJ, UFF, Estácio, Unilasalle, ESPM, PUC-RJ, UniverCidade, UFRRJ.
São Paulo: USP, Unisfesp, Unesp, Anhembi Morumbi, Belas Artes, ESPM, PUC-SP, PUC-Campinas, Unip.

Região Sul
Paraná: FIC, UTP.
Rio Grande do Sul: ESPM, UFRGS, Unisc, UFSM, UFPel, Unipampa.
Santa Catarina: UFSC, Univali, Unisul, Ibes.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES