Em 08/11/2012 16h30 , atualizado em 08/11/2012 16h32

Oficina do Estudante discorda do gabarito de dez questões do Enem 2012

Notícias

Apesar dos problemas apontados, Inep diz que gabarito não sofrerá alterações. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

O colégio e curso Oficina do Estudante, de Campinas, responsável pela correção comentada do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) disponível no Brasil Escola, discorda do gabarito oficial de dez questões da edição de 2012. A justificativa da discordância pode ser acessada na página de cada questão.

Tomando como referência a ordem das questões da prova amarela dos dois dias do Enem 2012, os dez itens que apresentam problemas são os de número 02, 13, 20, 27, 30, 35, 108, 109, 113 e 125. Acesse abaixo o enunciado e a correção comentada dessas questões:

Número da Questão Gabarito Inep Gabarito Oficina
Questão 02 E B
Questão 13 D E
Questão 20 E D
Questão 27 D A
Questão 30 D E
Questão 35 E B
Questão 108 D E
Questão 109 A B
Questão 113 D C
Questão 125 B D

Segundo o diretor pedagógico do Oficina do Estudante, Célio Tasinafo, os problemas estão relacionados à formulação dos enunciados a partir dos textos e demais informações disponíveis na própria questão. Em linhas gerais, Célio apontou os seguintes problemas:

- Imprecisão do enunciado. Os enunciados de algumas questões não direcionam, considerando os textos fornecidos, para a alternativa que consta no gabarito oficial. Nesse caso, não há erro no gabarito oficial, mas a resposta considerada correta não é a única possível frente à formulação geral da pergunta.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Imprecisão em informações que prejudicam a solução da questão. O caso mais exemplar é o da questão sobre o domínio romano no Oriente Médio. O domínio aconteceu durante o século I d.C, mas a questão oferecia a imagem de um mosaico do século III d.C e solicitava que o estudante escolhesse uma alternativa sobre as práticas dos romanos no período citado, que não dizia respeito ao período de expansionismo romano, ainda mais na região aludida.

- Desatualização com relação à produção em ciências humanas nas últimas décadas. Há questões que foram respondidas a partir de padrões interpretativos que são contestados há muito tempo, como a convivência entre senhores e escravos na colônia, suas práticas culturais e seus significados.

- Questões com alternativas semelhantes. Na prova de linguagens, existem questões com alternativas muito semelhantes e que deveriam ser respondidas considerando informações externas aos textos - sem que isso fosse solicitado explicitamente ao candidato.

Célio Tasinafo informou que o Oficina do Estudante irá enviar um requerimento ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) solicitando, ao menos, um posicionamento sobre as questões citadas. “A nossa expectativa é que esse tipo de questão ambígua e imprecisa nunca mais apareça em nenhum exame” – afirmou o diretor pedagógico.

O Brasil Escola entrou em contato com a assessoria de imprensa do Inep, que informou que todas as questões do Enem são avaliadas por especialistas antes da divulgação do gabarito oficial e, por isso, todas as respostas esperadas serão mantidas. Nenhum participante pode entrar com recurso contra o gabarito do Enem.

Por Adriano Lesme

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES