Whatsapp
Em 01/11/2018 12h00 , atualizado em 05/11/2018 16h46

Enem 2018: especialistas revelam o que fazer antes e durante as provas

Notícias

Psicóloga Graciana Assunção, nutricionista Luna Azevedo e diretor pedagógico Antunes Rafael contam que a preparação para o Enem não envolve apenas estudos Por Lorraine Vilela Campos
Psicóloga Graciana Assunção, nutricionista Luna Azevedo e diretor Antunes Rafael falam sobre a preparação para o Enem
Psicóloga Graciana Assunção, nutricionista Luna Azevedo e diretor Antunes Rafael falam sobre a preparação para o Enem
Crédito da Imagem: Brasil Escola
PUBLICIDADE

Mais de 5,5 milhões de pessoas farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 nos próximos domingos, 4 e 11 de novembro. A proximidade com as provas pode gerar ansiedade, estresse e nervosismo, pois um bom desempenho no Enem pode garantir uma vaga no ensino superior.

Veja também: estudantes contam o que fazem na semana do Enem 2018

Muitos participantes focam no estudo como forma de preparação para o Enem 2018. No entanto, estar bem nos dias de provas também requer atenção com a alimentação e equilibrio físico e emocional. Pensando nisso, o Brasil Escola conversou com especialistas em diferentes áreas, que deram dicas para antes e durante as provas do Enem.

Controle da ansiedade

A ansiedade é algo natural, mas em excesso pode atrapalhar o estudante na hora da prova. A psicóloga Graciana Sulino Assunção, orientadora de carreira, ressalta que nesta reta final de preparação é importante que o estudante não foque só na revisão dos conteúdos, mas que busque também cuidar do corpo e da mente. 

Graciana diz que existem diferentes meios de diminuir o nervosismo e trabalhar o autocontrole, cabendo ao estudante descobrir o que se encaixa melhor ao seu perfil. Andar de bicleta, patins ou skate; caminhar em um parque; respirar profundamente; meditar ou estar perto de pessoas queridas podem ser meios de diminuir a ansiedade antes do Enem. A psicóloga ressalta, ainda, que a preparação deve ser feita ao longo dos dias para que a pessoa já chegue mais tranquila no momento da prova. 

A psicóloga Graciana Sulino recomenda que o estudante tenha uma rotina de
atividades para relaxamento

"A ansiedade tem que ser trabalhada nos dias antes das provas, para seu cérebro já ir treinado para o Enem". (Psicóloga Graciana Assunção)

Outro fator que deixa alguns estudantes ansiosos é a pressão familiar para um bom desempenho nas provas. A psicológa afirma que a melhor saída é o diálogo. "Os estudantes precisam entender o que está por trás desse pensamento dos pais, que é a felicidade do filho. Ao mesmo tempo, é importante o filho contar para os pais como eles podem te ajudar, em um diálogo sem julgamento e sem acusação."

Alimentação

Luna Azevedo sugere alimentos com
carboidratos compostos, proteínas e ômega 3

Os alimentos podem fazer bem ou mal e isso depende da forma como são consumidos, da quantidade ingerida e do hábito alimentar de cada um. A nutricionista Luna Azevedo, conhecida nas redes sociais como Luna Nutri, recomenda uma rotina alimentar especial para o Enem, principalmente no dia que antecede o exame.

O que comer antes do Enem?

A nutricionista ressalta que a rotina alimentar deve priorizar alimentos que sejam fontes de carboidrato complexo e proteína (responsáveis por fornecer energia); ferro (para evitar o cansaço físico e mental) e ômega 3 (para melhorar a concentração e a memória). 

  • Carboidrato complexo: batata doce, mandioca, arroz integral e macarrão integral, por exemplo.
  • Proteína: carnes, couve, cogumelos, gergelim, amendoim, grão-de-bico.
  • Ômega 3: peixes, óleo de linhaça, nozes.

 

Outros alimentos também são aliados do estudante que fará o Enem:

  • Para a memória:  frutas vermelhas, ovos, castanhas, brócolis, maçã e azeite de oliva
  • Para relaxar: chá de camomila, sucos naturais (como de maracujá) e saladas com alface
  • Para melhorar o humor: Cereais integrais, frutas secas amêndoas, avelãs e chocolate 80%
  • Para ter mais ânimo: café, guaraná em pó e chá verde 

 

O que comer nos dias do Enem?

Nos dias do Enem, Luna recomenda que o café da manhã tenha alimentos como frutas (evitar laxativos como mamão), aveia e mel. Já a refeição principal mudará conforme o horário de início das provas, pois o Enem pode começar às 10h, 11h, 12h ou 13h, dependendo do horário local.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja também: alimentação interfere nos estudos

Os estudantes podem optar por lanches como sanduíches naturais, sucos (até mesmo com guaraná em pó), omelete e coisas mais leves. O recomendado para quem optar pelo almoço é a ingestão de alimentos mais leves, mas que deem saciedade, evitando gordura, muito açúcar e alimentos que deem gases.

"Boas fontes de vegetais verde escuros garantem bom suporte de ferro. A carência de ferro leva a cansaço físico e mental". (Nutricionista Luna Azevedo)

O Inep permite o consumo de bebidas sem álcool e alimentos durante a prova. Castanhas, chocolate amargo, semente de abóbora, água de coco, chá verde, sucos, banana, sanduíche de pão sírio ou integral com diferentes recheios (atum, pasta de ovos, guacamole, tofu) são opções leves e que fazem bem ao estudante. 

Preparação para o Enem

Você se preparou, revisou o conteúdo e fez simulados, certo? Agora, o importante é saber como agir durante do Enem. De acordo com o diretor pedagógico do colégio Oficina do Estudante, Antunes Rafael, saber administrar o tempo durante as provas é fundamental.

Antunes recomenda que o estudante leia a prova ao receber o caderno de perguntas. Feito isso, o ideal é dar prioridade para as questões que o participante saiba o conteúdo e deixar para o fim os assuntos considerados mais difíceis. Em relação à redação, o educador diz que o ideal é reservar cerca de uma hora para a produção do texto.

Antunes Rafael aconselha que os estudantes façam primeiro as
questões em que conheçam o conteúdo

Uma dúvida comum entre os participantes do Enem é por onde começar a prova. Antunes acredita que o fato de fazer as questões antes dá ao estudante uma bagagem e um subsídio da própria leitura dos textos que podem ser usados na hora de compor a redação. No entanto, essa ordem de realização do exame não é uma regra e cabe ao estudante escolher o que considera a melhor opção. 

"O ideal é gastar até 3 minutos para responder uma questão objetiva. Se passar disso, pule para outra. O Enem é uma prova extensa e você não pode perder muito tempo em uma questão." (Diretor Pedagógico Antunes Rafael)

Como será o Enem 2018?

O Enem será realizado em dois domingos, 4 e 11 de novembro, com fechamento dos portões às 13h e início das provas às 13h30 (horário de Brasília). O exame terá a seguinte composição:

  • 1º dia: 45 questões de Ciências Humanas; 45 de Linguagens e Códigos e uma Redação
  • 2º dia: 45 questões de Matemática; 45 de Ciências da Natureza

O Inep informou ontem (31) que quase 600 mil pessoas trabalharam na aplicação do Enem 2018

O gabarito oficial será publicado em 14 de novembro, enquanto o resultado do Enem está previsto para o dia 18 de janeiro de 2019. 

Correção Comentada

Você pode conferir a Correção Comentada aqui no Brasil Escola! Em parceria com o colégio Oficina do Estudante, o gabarito extraoficial e a resolução das questões serão postados em tempo real em nosso site e divulgados nas redes sociais. 

A Correção Comentada será realizada nos dois domingos, após o término do Enem 2018. Não perca!

Relacionados
As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 estão chegando e, mais uma vez, o Brasil Escola, em parceria com o Colégio e Curso Oficina do Estudante de Campinas (SP), vai disponibilizar a correção comentada do exame.
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou na manhã de hoje, 20 de outubro, o acesso ao Cartão de Inscrição do Enem 2018. No documento é possível saber os locais em que o candidato deve realizar as provas, marcadas para os dias 4 e 11 de novembro.
O Inep divulgou um comunicado na tarde desta terça-feira, 30 de outubro, alertando os participantes sobre notícias falsas que informam suposta mudança na data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. As provas estão mantidas para os dias 4 e 11 de novembro.
Saiba o que os estudantes farão nesta semana que antecede o Enem 2018. O exame começará no domingo, 4 de novembro, e também terá provas em 11 de novembro. Resistência física e equilíbrio emocional são fundamentais para um bom desempenho.
Quase 600 mil pessoas estão envolvidas na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, o qual terá provas nos dias 4 e 11 de novembro. A informação foi divulgada pelo Inep, em entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira, 31 de outubro. 
O tema da redação do Enem 2018 foi "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet". Além do textos, os inscritos tiveram das 13h30 às 19h (horário de Brasília) para questões de Ciências Humanas e Linguagens e Códigos neste domingo, 4 de novembro, primeiro dia do exame. 
O primeiro dia do Enem 2018 trouxe questões baseadas nos princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que completa 70 anos em dezembro, além de uma redação focada nas formas de manipulação de usuários da internet por meio dos dados coletados por empresas. 
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES