Whatsapp
Em 22/06/2022 10h45 , atualizado em 22/06/2022 12h48

SiSU 2022/2: o que esperar?

Blog do Vestibular

O artigo não representa a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

Saiba o que esperar do SiSU 2022/2, que teve o quantitativo de vagas aumentado, se comparada a edição de 2º semestre do ano passado. Por Érica Caetano
O que e esperar do SiSU 2022/2
O que esperar do SiSU 2022/2
PUBLICIDADE

Já foi disponibilizada a consulta as vagas oferecidas na edição do segundo semestre de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Elas foram liberadas na última quarta (15), por meio da página do Sistema.

O MInistério da Educação (MEC) confirmou a oferta de quase 66 mil vagas. No total, serão oferecidas 65.932 vagas distribuídas entre 73 instituições de ensino superior públicas participantes desta edição do SiSU. 

Um total de 2.043 cursos receberão inscrições entre os dias 28 de junho e 1º de julho. Os participantes poderão conferir dados como o quantitativo de vagas ofertadas por modalidade de concorrência, curso, turno, instituição e localização de curso.

Aumento de vagas 

O número de oportunidades, cursos e universidades participantes do SiSU 2022/2 é superior ao oferecido na mesma edição do ano passado, já que no segundo semestre de 2021 foram 62.365 vagas em 1.932 cursos de graduação de 70 instituições de ensino superior públicas. 

Já o SiSU do primeiro semestre de 2022 ofereceu 222 mil vagas em 6.146 cursos, graduações que estão disponíveis em 125 instituições públicas de ensino superior.

O aumento nesta edição dará maior possibilidades aos estudantes de concorrerem aos cursos em que desejam ingressar, já que com isso, há maiores chances. O prazo para consultar as informações ficará aberto até o final do processo seletivo.

O que esperar do SiSU?

O Sistema é uma excelente a iniciativa, já que é uma ferramenta que consegue universalizar o processo de seleção para ingresso nas universidades e institutos federais de educação superior, permitindo que todos os interessados possam concorrer a todas as vagas em todas as instituições, através de um exame único e bem elaborado.

Com ele, é possível termos o que podemos chamar de democratização dos processos seletivos para o ensino superior público, pois torna possível aos candidatos concorrer a todos os cursos cadastrados no sistema, de forma eficiente e sem custos financeiros.

Sendo assim, há de certa forma uma “concorrência legal”, se é que podemos nos referir desta maneira, entre estudantes e entre instituições: concorrência entre os estudantes pelas melhores instituições e concorrência entre as instituições pelos melhores estudantes.

Há também uma maior transparência dos processos seletivos para ingresso nas instituições de ensino superiores, já que todo processo é automatizado pelo próprio SiSU e não pelas instituições.

Além disso, também estimula jovens e demais que já concluíram o ensino médio a tentarem o ingresso em cursos superiores. Estímulo à iniciativa de realizar curso superior.

Mas o que é o SiSU?

O SiSU é um programa do governo que oferece vagas gratuitas em instituições públicas de ensino, como universidades federais, estaduais e centros tecnológicos. 

As mesmas são ofertadas em ampla concorrência e cotas - estudantes que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas, tendo percentual para pretos, pardos e indígenas e pessoas de baixa renda. Algumas instituições possuem ações afirmativas próprias e/ou bônus. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para poder participar do SiSU é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No caso desta edição do Sistema, será aceita a edição de 2021. Os interessados não poderão ter zerado a redação e nem terem participado como treineiros no exame.

O estudante pode mudar suas opções de curso e concorrência até às 23h59 do último dia de inscrições. O SiSU realiza apenas uma chamada regular feita pelo MEC, no próprio site da seleção. Os convocados devem se matricular dentro do prazo definido para que não percam a vaga. 

Quando a vaga não é preenchida ela retorna ao sistema e volta a ficar disponível para os candidatos que venham a manifestar interesse pela lista de espera. 

A lista de espera é repassada para as instituições que definem as próximas chamadas e os respectivos calendários. Vale lembrar que aqueles que ficarem na lista de espera deverão acompanhar a seleção pelas próprias páginas das instituições de ensino que se candidataram. 

 

Relacionados
Iniciam nesta terça-feira, 28 de junho, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2022/2. O prazo fica aberto até sexta-feira, 1º de julho.
Os candidatos que pretendem conseguir uma vaga em Medicina no SiSU 2022/2 pela ampla concorrência precisam de média de, pelo menos, 777 pontos no Enem 2021.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES