Whatsapp

A linguagem neutra, uma discussão social

Banco de Redações

Tema: Debate sobre a linguagem neutra

Redação enviada em 25/04/2022

PUBLICIDADE

A linguagem sempre representou uma herança cultural das grandes civilizações antigas – Gregas, Romanas, Egípcias, Persas e outras. E, assim, estabeleceu sentido para o estabelecimento  (Reveja a seleção lexical) da futura democracia do mundo moderno. Dessa forma, assim como o conhecimento e as mudanças das palavras escritas participaram da construção cronológica dos grandes impérios à modernidade, também é um fato justo equacionar a dita linguagem neutra como representação legal e justa de uma sociedade ainda desigual diante dos movimentos sociais e, também, intolerante às transformações sofridas e pedidas pela comunidade LGBTQIA+ (Desenvolva a sigla).

Nesse contexto, infere-se dimensionar, inicialmente, que dialogar a respeito da redundância e da inclusão pela qual essa temática traduz na realidade atual, (Sem vírgula) é uma forma de aceitar e respeitar a luta daqueles menorizados e excluídos, tais como gays, lésbicas, indivíduos trans e muitas orientações sexuais pelo mundo. Assim, tal lógica de ir contra a linguagem neutra já representa uma resistência aos movimentos centenários de uma comunidade cansada de mostrar que a igualdade começa pela palavra entendida e não pela decisão de regras gramaticais e ordens constitucionais (Melhore a apresentação dessa discussão). Logo, como finaliza professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra – Boaventura de Sousa Santos: “lutar pela igualdade sempre que as diferenças nos discriminem, lutar pela diferença sempre que a igualdade nos descaracterize”.

(Boa estratégia coesiva) Por conseguinte, a intolerância ainda denota egoísmo às mínimas mudanças requeridas por indivíduos (Vírgula) os quais lutam e lideram manifestações no Brasil e outros países quanto ao gênero das palavras ditas apenas no masculino ou feminino. Um exemplo disso é requerer que “o coordenador” seja mais adequado denominar “a coordenação”. Então, se a palavra representa cultura diante da construção histórica das grandes civilizações, porque não direcionar na escrita da linguagem um sentido mais democrático? Sendo que no mundo há uma diversidade de orientações sexuais. Por isso, se existe igualdade de fato, é necessário que o mínimo seja feito para perfectibilizar ordenamento adequado das palavras de acordo com a pluralidade sexual do mundo moderno. (Delimite e explore as discussões com mais produtividade)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

(Boa estratégia coesiva) Com base nessas considerações, a linguagem neutra é a representação democrática de uma civilização justa e contínua nas mudanças vindouras. Outrossim Sendo assim, cabe ao Ministério da Educação, órgão de interesse inclusivo da população e de caráter educacional da sociedade brasileira, usar da nova Base Nacional Comum Curricular – BNCC, a inclusão de disciplinas que agreguem, (Sem vírgula) a temática enfatizada, (Sem vírgula) dentro das salas de aulas e orientem os materiais didáticos a adequar a linguagem conforme a variabilidade das orientações sexuais. Além de democratizar a linguagem, deve minimizar ideias contrárias e, futuramente, extirpar intolerâncias descabidas às mudanças sociais.

Comentários do corretor


As discussões são pertinentes, no entanto precisam ser delimitadas e exploradas com mais produtividade. Não deixe de exercitar a sua escrita. 


Competências avaliadas


Competência Nota Motivo
Domínio da modalidade escrita formal 160 Nível 4 - Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita.
Compreender a proposta e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o texto dissertativo-argumentativo em prosa 160 Nível 4 - Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações em defesa de um ponto de vista 160 Nível 4 - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista.
Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação 160 Nível 4 - Articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
Proposta de intervenção com respeito aos direitos humanos 160 Nível 4 - Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
NOTA FINAL:     800


Veja abaixo a nota relacionada a cada nível
Nível 0 Nota 0
Nível 1 Nota 40
Nível 2 Nota 80
Nível 3 Nota 120
Nível 4 Nota 160
Nível 5 Nota 200


  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES