Topo
pesquisar
Em 23/05/2008 18h49, atualizado em 27/10/2015 17h26

Instituto Federal de Goiás - IFG

Universidades

Presente em 15 municípios goianos, além das graduações, o IFG oferece cursos técnicos e pós-graduações. Por Rafael Batista
PUBLICIDADE

No ano de 1909, o então Presidente da República Nilo Peçanha, criou a Escola de Aprendizes Artífices na cidade de Vila Boa, antiga capital do Estado de Goiás. A função da escola era formar alunos em cursos e oficinas de forjas e serralheria, alfaiataria, selaria, correaria, marcenaria e empalhação e sapataria.

Com a transferência da capital do estado para Goiânia, a escola também foi transferida e recebeu o nome de Escola Técnica de Goiânia. No ano de 1959, a instituição conquistou o título de autarquia federal, alcançando, entre outras coisas, autonomia administrativa. Em agosto de 1965 passou a se chamar Escola Técnica Federal de Goiás.

Os cursos superiores começaram a ser ofertados em 1999, no mesmo ano em que a escola foi transformada em Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás (Cefet-GO). A partir de então começou o processo de expansão do instituto com a criação de novos campi.

Através da Lei Federal N° 11.982, de 29 de dezembro de 2008, o governo criou a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, assim o Cefet-GO integrando a rede passou a se chamar Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, ou simplesmente IFG. Com a nova organização o estado de Goiás passou a contar com dois Institutos Federais, além do IFG foi criado o IF Goiano.

Campi

Águas Lindas: Rua 21, Área Especial 4 – Jardim Querência. Águas Lindas – GO.

Anápolis: Avenida Pedro Ludovico, S/N° - Reny Cury. Anápolis – GO. Fone: (62) 3310-2800

Aparecida de Goiânia: Avenida Universitária Vereador Vagner Ferreira da Silva, Qd. 1, Lt 1A – Parque Itatiaia. Aparecida de Goiânia – GO. Fone: (62) 3507-5950

Cidade de Goiás: Quartel do XX, Praça Brasil Ramos Caiado, S/N° - Centro. Goiás – GO. Fone: (62) 3371-9150.

Formosa: Rua 64 c/ Rua 11, S/N° - Expansão Parque Lago. Formosa – GO. Fone: (61) 3642-9450.

Goiânia: Rua 75, N° 46 – Centro. Goiânia – GO. Fone: (62) 3227-2700.

Goiânia Oeste: (Sede provisória) Avenida C-198, Qd. 500 – Jardim América. Goiânia – GO. Fone: (62) 3251-8316.

Inhumas: Avenida Universitária, S/N° - Vale das Goiabeiras. Inhumas – GO. Fone: (62) 3514-9500.

Itumbiara: Avenida Furnas, N° 55 – Village Imperial. Itumbiara – GO. Fone: (64) 2103-5600.

Jataí: Rua Riachuelo, N° 2.090 – Bairro Samuel Graham. Jataí – GO. Fone: (64) 3632-8600.

Luziânia: Rua São Bartolomeu, S/N° - Vila Esperança. Luziânia – GO. Fone: (61) 3622-9700.

Senador Canedo: (Sede provisória) Rua Firmino Rodrigues do Nascimento, Qd. 1F, Lts. 21 e 22 – Jardim Todos os Santos. Senador Canedo – GO.

Uruaçu: Rua Formosa, Qds. 28/29 – Loteamento Santana. Uruaçu – GO. Fone (62) 3357-8150.

Em implantação:
Valparaíso e Novo Gama 

Cursos superiores

Águas Lindas: Não oferece cursos superiores.

Anápolis: Engenharia Civil e Mobilidade, Licenciatura em Química, Tecnologia em Logística e Licenciatura em Ciências Sociais.

Aparecida de Goiânia: Bacharelado em Engenharia Civil e Licenciatura em Dança.

Cidade de Goiás: Não oferece cursos superiores.

Formosa: Engenharia Civil, Licenciatura em Biologia, Licenciatura em Ciências Sociais e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Goiânia: Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Transportes, Química, Turismo, Sistemas de Informação, Física, Matemática, História, Música e Tecnólogo em Agrimensura.

Goiânia Oeste: Pedagogia.

Inhumas: Bacharelado em Informática, Bacharelado em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Bacharelado em Sistemas de Informação e Licenciatura em Química.

Itumbiara: Licenciatura em Química e Bacharelado em Engenharia Elétrica.

Jataí: Bacharelado em Engenharia Civil, Bacharelado em Engenharia Elétrica, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Licenciatura em Física.

Luziânia: Licenciatura em Química, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Bacharelado em Sistemas de Informação.

Senador Canedo: Não oferece cursos superior.

Uruaçu: Bacharelado em Engenharia Civil, Licenciatura em Química e Análise e Desenvolvimento e Sistemas.

Educação a Distância

É possível estudar no IFG na modalidade EaD, no entanto são ofertado apenas cursos técnicos, através da Rede e-Tec Brasil do Ministério da Educação. Mais informações em www.ifg.edu.br/ead

Vestibular

Existem três formas de ingresso no IFG, as quais são o Vestibular Tradicional, Vestibular via Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Sistema de Seleção Unificada (SiSU). 

O Vestibular tradicional é responsável pelo preenchimento de 40% das vagas oferecidas pelo instituto. Sua realização é semestral. 

O Vestibular via Enem utiliza as notas para o preenchimento de 40% das oportunidades disponíveis no IFG. Já a terceira foram de ingresso é o SiSU, que também utiliza a pontuação do Exame e a oferta é de 20% das vagas. 

Cotas

Cumprindo as determinações da Lei de cotas, o IFG reserva 50% das vagas nos cursos superiores para candidatos oriundos de escolas públicas, as oportunidades remanescentes são destinadas a ampla concorrências. Além disso, dentro percentual destinado para o sistema de cotas, há a reserva de 56,68% das vagas para estudantes que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas e que tenham frequentado escolas públicas. 

Contato

Site do IFGFacebookTwitter

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola