Topo
pesquisar
Em 20/09/2008 07h12, atualizado em 29/04/2009 11h43

Habilidades Específicas

Especial

Por Gabriele Pires Alves
Candidatos passam por exames comuns e especiais
Candidatos passam por exames comuns e especiais
PUBLICIDADE
Está em todo edital. Não tem como negar. Mas o que é a Prova de Habilidades Específicas? Para realizar o processo seletivo de qualquer universidade é preciso ter concluído o Ensino Médio e estar preparado para passar pela sabatina de matérias de Conhecimentos Gerais próprias desta etapa. Português, Literatura, Redação, Física, Química, Geografia, História e Língua Estrangeira podem parecer suficientes para alunos que se dedicaram três anos para realizar o exame, mas em alguns casos é preciso mais.

Alguns cursos superiores exigem a realização da Prova de Habilidades Específicas. Essa cobrança acontece quando a graduação aborda temas que não são comumente vistos no Ensino Médio ou mesmo por se tratar de desenvolturas que nem todos possuem. Esse teste existe para selecionar aqueles que realmente têm capacidade para desenvolver o proposto pelo curso e se tornar um profissional gabaritado.

O candidato de Habilidades Específicas realiza a prova do vestibular normalmente, assim como os outros vestibulandos. As instruções são as mesmas: comparecer ao local da prova com antecedência, apresentar documento de identidade, não levar aparelhos eletrônicos como celular, máquina fotográfica ou calculadora ou ainda, acessórios como chapéu, gorro ou boné. A diferença está no dia da realização da prova de Habilidades Específicas em si.

Como é a prova

Normalmente a prova é marcada para uma data diferente à da prova de Conhecimentos Gerais, de acordo com o cronograma de cada universidade, e o candidato tem de levar materiais específicos para o exame. Algumas instituições exigem a realização de exames médicos para ingressar no curso de Educação Física, por exemplo. O procedimento pode ser eliminatório em caso de alguma contra indicação à realização dos testes. Para a prova também são estabelecidos que os vestibulandos vistam roupas apropriadas para a prática de atividades físicas e levem calção e maiô. São analisadas as capacidades de andar, correr, driblar e saltar.

Para o curso de Arquitetura e Urbanismo são feitos testes gráficos. O candidato passa por uma prova não muito usual se compararmos com a prova objetiva ou subjetiva de vestibular. Ele tem de responder as questões em folhas de desenho e usar papel manteiga como rascunho. Na prova podem ser encontrados enunciados como: desenhe à mão livre uma figura geométrica regular e calcule as medidas dos ângulos internos. Nessa hora não adianta pensar: o que eu estou fazendo aqui? Se você possui mesmo capacidade para realizar essa tarefa, confie e resolva da melhor forma possível, afinal desse desenho depende sua vaga na universidade.

Enquanto o candidato comum leva somente caneta para fazer a prova, o de habilidades pode utilizar outros objetos como régua e compasso. No exame específico para o curso de Dança, o vestibulando passa por avaliação de técnica e criatividade. Para a graduação em Música, a prova envolve aspectos teóricos e práticos: emissão (solfejo e leitura rítmica a uma voz), reconhecimento auditivo e conhecimentos em acordes, intervalos, modulação. Para Artes Cênicas, o candidato passa por prova escrita e é avaliado em atividades grupais e individuais quanto às questões relacionadas ao jogo cênico, como foco, abordagem do personagem e desenvolvimento de discurso. Já para o curso de Desenho Industrial, a prova prática verifica se o desempenho perceptivo e criativo é aguçado, assim como no curso de Design de Moda e outros desse campo.

Preparação para o teste

Certas universidades oferecem cursos para preparar o vestibulando de Habilidades Específicas. A Universidade Federal da Bahia (UFBA) dá oportunidades para os candidatos se aperfeiçoarem para os exames. Também existem cursos preparatórios exclusivos, em instituições especializadas, para quem vai passar pela prova específica.

Nestes cursos são realizados exercícios baseados no teste. Tudo é feito como se fosse na hora H. As aulas acontecem em grupo e há momentos de testes individuais. Não custa nada tentar e quem passou pela preparação recomenda.

Taxa adicional

Algumas instituições cobram taxa adicional para realizar a prova de Habilidades Específicas, cerca de R$ 20. Quando da isenção da taxa para inscrição no vestibular, cada universidade responde de forma particular quanto à inclusão desse valor. A Universidade de Brasília (UnB), por exemplo, não oferece isenção para sua taxa, pois os testes são válidos por um ou dois anos, de acordo com a aptidão testada.

A prova de Habilidades Específicas nada mais é do que uma etapa para ingressar no curso desejado. Não é preciso ter receio. Se prepare bem, assim como fez para os outros testes do vestibular, e confie na sua capacidade para tal. Vá sem medo e garanta aquilo que tanto almeja para o seu futuro profissional.
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola