Whatsapp
Em 15/02/2008 09h17

Federal de Ouro Preto (MG) adota cotas sociais

Notícias

Por Camila Mitye
PUBLICIDADE
No estado de Minas Gerais, apenas a UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) possuía reserva de vagas para estudantes negros ou oriundos de escolas públicas. Na última quarta-feira, dia 13, a UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) anunciou a aprovação do sistema de cotas na instituição.

Para o próximo processo seletivo, no meio do ano, a UFOP já garante a reserva de 30% das vagas de cada um de seus 29 cursos de graduação para estudantes que tenham cursado o ensino médio integralmente em escolas públicas. Esse sistema é chamado de “cotas sociais”, por levar em conta a razão social do candidato e não sua raça ou cor (essas são as cotas raciais).

A Decisão foi do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFOP.

O vestibular de meio de ano da UFOP vai oferecer 1.113 vagas, já incluídas as cotas para os estudantes de escolas públicas. A universidade ampliou a quantidade de cursos de graduação (mais oito) e o número de vagas (17 cursos ganharam mais vagas).

Por Camila Mitye
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES