Topo
pesquisar
Em 17/04/2014 09h04, atualizado em 03/07/2014 11h52

Obstetrícia

Guia de Profissões

Curso de graduação específica em Obstetrícia existe apenas na USP, mas a tendência é que surjam novos nos próximos anos. Por Adriano Lesme
Uma das funções do obstetriz é acompanhar a gestação
Uma das funções do obstetriz é acompanhar a gestação
PUBLICIDADE

A obstetrícia é uma área da enfermagem voltada para a reprodução humana, em especial o atendimento das mulheres grávidas. O obstetriz, como é chamado o profissional da área, é responsável pelo acompanhamento de todas as fases do ciclo gravídico-puerperal, ou seja, desde o pré-natal até os cuidados pós-parto. Sua função é fazer o possível para garantir a boa saúde da mãe e do bebê.

O obstetriz também está apto a realizar as intervenções necessárias para o parto normal, acompanhar a recuperação da mulher que recentemente deu a luz, orientar sobre amamentação, dar apoio psicológico para a gestante e sua família e preparar programas que englobem os temas saúde da mulher e direitos sexuais e reprodutivos. Em relação ao mercado de trabalho, o obstetriz pode exercer a profissão em maternidades, casas de parto, ambulatórios, instituições de saúde pública e privadas e, ainda, atuar no ramo de políticas públicas de saúde.

No Brasil, para se tornar um profissional de obstetrícia há três opções: 1) formar em Medicina e fazer residência em Ginecologia e Obstetrícia, se tornando ginecologista e/ou obstetra; 2) formar em Enfermagem e fazer uma pós-graduação lato sensu em Obstetrícia, se tornando enfermeiro obstetra; 3) cursar bacharelado em Obstetrícia, tornando-se obstetriz. A vantagem da terceira opção é a formação em quatro anos, contra nove anos da primeira opção e seis anos da segunda. A desvantagem é que a profissão de obstetriz não é tão valorizada quanto as outras duas.

Nas maternidades é mais comum encontrarmos profissionais de obstetrícia que se formaram em Enfermagem e se especializaram na área, pois existe apenas um curso de graduação exclusivamente dedicado a Obstetrícia, o da Universidade de São Paulo (USP). Todos os cursos de Enfermagem possuem disciplinas de obstetrícia em sua grade curricular, mas nas regiões Nordeste e Sudeste existem alguns que dedicam espaço maior para a especialidade.

A tendência é que apareçam mais cursos de graduação em Obstetrícia nos próximos anos, pois em 2013 o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) regulamentou a profissão de obstetriz. No entanto, as atividades da profissão ainda são supervisionadas por um enfermeiro obstetra. 

Curso: Obstetrícia ou Enfermagem e Obstetrícia
Duração: 4 anos
Salário médio: R$ 2.500 (graduação) R$ 4.000 (pós-graduação)

Onde fazer:

Região Nordeste
Maranhão: UEMA
Pernambuco: UFPE

Região Sudeste
Espírito Santo: UFES
Rio de Janeiro: UFRJ
São Paulo: USP, UniSantos, CBM

  • Relacionados
O enfermeiro é responsável pelo bem-estar do paciente
Guia de Profissões
Enfermagem
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola