Topo
pesquisar
Em 10/03/2015 10h06, atualizado em 10/03/2015 10h06

IFMS divulga resultado preliminar do Vestibular 2015/1 via Enem 2014

Notícias

Seleção preencherá vagas remanescentes do SiSU 2015/1. Recursos nos dias 10 e 11 de março Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

Está disponível o resultado preliminar do Processo Seletivo via Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Mato Grosso do Sul (IFMS) para preenchimento de vagas remanescentes do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2015/1. Os recursos podem ser interpostos nestas terça e quarta (10 e 11). A lista de aprovados está prevista para a próxima quinta-feira (12).

Confira o resultado preliminar

Para recorrer, o candidato deverá imprimir, preencher e protocolar o formulário no site da Central de Seleção, o qual estará disponível a partir de terça-feira (10), na Central de Relacionamento (CEREL) dos campus Coxim, Nova Andradina e Três Lagoas, conforme os horários especificados neste Edital

A matrícula dos aprovados em primeira chamada será realizada nos dias 12 e 13 de março. As convocações subsequentes serão feitas a partir do dia 16 seguinte. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Seleção

O Processo Seletivo para vagas remanescentes do SiSU 2015/1 foi realizado com base nas notas do Enem 2014. Participaram os candidatos que tiraram acima de zero na Redação do Exame. 

Foram oferecidas 99 vagas para os campus de Coxim, Nova Andradina e Três Lagoas, das quais, 43 destinam-se a ampla concorrência e as demais são reservadas para os estudantes de escola pública beneficiários de Ações Afirmativas. 

As vagas são para os cursos de Tecnologia em Sistemas para Internet, Licenciatura em Química, Tecnologia em Produção de Grãos e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. 

Mais informações no Edital

Por Lorraine Vilela

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola