Whatsapp
Em 28/08/2015 09h55 , atualizado em 28/08/2015 10h06

Em Portugal, Politécnico do Porto também anuncia adesão ao Enem

Notícias

IPP é a sexta instituição de Portugal a usar o Enem para seleção de brasileiros nos cursos superiores Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

Mais uma instituição de Portugal aderiu ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingresso de brasileiros nos cursos de graduação. O Instituto Politécnico do Porto (IPP) firmou o acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última quarta-feira, 26 de agosto.

Saiba como estudar em Portugal com o Enem

Com sede na segunda maior cidade de Portugal, o IPP também possui unidades em Matosinhos, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia e Felgueiras. Atualmente, mais de 18,5 mil estudantes estão matriculados no instituto, nos cursos nas áreas de Engenharia, Contabilidade e Administração, Gerenciamento, Turismo e Hospedagem, Estudos Industriais, Tecnologia, Educação, Música e Artes Performáticas e Ciências da Saúde. 

Entre os matriculados no Instituto Politécnico do Porto estão cerca de 300 brasileiros. Com o acordo, o IPP pretende aumentar esse número e tornar a comunidade brasileira a maior entre os estrangeiros da instituição. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As inscrições para o Processo Seletivo 2016 do IPP começam em setembro. A nota mínima exigida e as edições aceitas do Enem ainda não foram informadas. Os cursos do IPP não são gratuitos, mas os brasileiros terão desconto por fazerem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A anuidade pode variar entre 1.500 e 2.250 euros (R$ 6.000 a R$ 9.000).

O IPP é a sexta instituição de Portugal a usar o Enem para ingresso de brasileiros nos cursos superiores. As outras instituições são as universidades de Coimbra (UC), Algarve (Ualg) e Beira Interior (UBI) e os institutos politécnicos de Leiria (IPLeiria) e Beja (IPBeja). A UBI não possui acordo com o Inep.

Relacionados
Algarve, em Portugal, recebe candidaturas de brasileiros que fizeram o Enem. Inscrições podem ser feitas até 22 de janeiro, pelo site da universidade.
Saiba como estudar em Portugal usando as notas do Enem. Ao todo, 51 instituições aderiram ao Enem, incluindo a Universidade de Coimbra e várias universidades em Lisboa e Porto.
Instituição portuguesa adere ao Enem como forma de ingresso. IPCA selecionará brasileiros com base nas notas do exame. Acordo foi firmado ontem (9).
Acordo entre o IPP e o Inep foi firmado nesta quinta-feira, 8 de outubro. Seleção acontece no mês de junho, mediante taxa de 20 euros.
Parceria foi firmada na sexta-feira, 24 de abril, pelo reitor do IPL e pelo presidente do Inep. Interessados serão dispensados dos exames locais.
O Instituto Politécnico de Beja firmou na sexta-feira, 10 de julho, um acordo com o Inep para utilizar as notas do Enem como forma de ingresso de brasileiros.
Mais quatro instituições portuguesas aderiram ao Enem para ingresso de brasileiros em 2016. Notas do exame serão a forma de seleção.
O Enem passará a ser utilizado como critério de seleção de brasileiros em outras três instituições portuguesas mantidas pela Cespu.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES