Whatsapp

[Redação sem título]

Banco de Redações

Tema: Violência contra a mulher: por que o machismo persiste?

Redação enviada em 11/07/2015

PUBLICIDADE

    Ao longo dos séculos, a mulher abandonou o papel de coadjuvante e passou a exercer papel fundamental na sociedade.  O direito ao acesso à educação, ao voto e à proteção através da Lei Maria da Penha são exemplos marcantes para (a) história feminina. No entanto, apesar dos avanços nas questões que dizem respeito à igualdade de gênero, ainda existe no Brasil uma forte cultura machista, o que faz muitas mulheres tornarem-se vítimas de violências física e psicológica.

      O machismo arraigado na cultura brasileira é fruto do sistema patriarcal no qual a sociedade se desenvolveu. Nesse modelo social, o homem tem as funções de líder e provedor do lar, enquanto cabe à mulher o papel de cuidar da casa, dos filhos e de ser submissa ao esposo. Com o passar dos anos, essa estrutura tornou-se mais flexível e sofreu muitas mudanças. Porém, os resquícios que ficaram são suficientes para que o machismo faça mulheres (serem) vítimas de violência.

     Baseando-se nesse modelo, muitos homens sentem-se superiores e com direitos autoritários sobre a mulher. Com a necessidade de se impor e afirmar a sua masculinidade, muitos deles tornam-se agressivos e partem para a violência física e sexual de mulheres. Alguns casos de agressão resultam na morte da vítima. Além disso, ainda existem os casos de agressão moral que a mulher vive em seu cotidiano: cantadas nas ruas, assédio sexual nos transportes coletivos e no ambiente de trabalho e piadas e publicidades que inferiorizam a mulher são comuns.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Desse modo, faz-se necessário que, a longa longo prazo, forme-se uma contracultura baseada em valores morais, éticos e de respeito a à mulher na sociedade. Para tanto, o aumento do ensino de disciplinas como sociologia, filosofia e cidadania é fundamental para a formação de indivíduos conscientes. Ademais, é preciso que o governo invista na construção de mais delegacias especializadas em mulheres e na punição efetiva dos criminosos. A mídia, por sua vez, tem o papel de promover campanhas de incentivo às denúncias. ONGS e instituições sociais também podem ajudar com grupos de apoio e proteção à mulher e assistência psicológica ao agressor.

 

Comentários do corretor


Atenção ao emprego da crase, à concordância de número (singular e plural) e à coesão na construção frasal.

O texto aborda o tema proposto de forma clara, objetiva, coerente com o ponto de vista defendido e crítica.

Continue exercitando sua escrita.


Competências avaliadas


Item Nota
Adequação ao Tema Avalia se o texto consegue explorar as possibilidades de ideias que o tema favorece. Como no vestibular, a redação que foge ao tema é zerada. 2.0
Adequação e Leitura Crítica da Coletânea Avalia se o texto consegue perceber os pressupostos da coletânea, assim como fazer relação entre os pontos de vista apresentados e outras fontes de referência. 1.5
Adequação ao Gênero Textual Avalia se o texto emprega de forma adequada as características do gênero textual e se consegue utilizá-las de forma consciente e enriquecedora a serviço do projeto de texto. 2.0
Adequação à modalidade padrão da língua Avalia se o texto possui competência na modalidade escrita. Dessa forma, verifica o domínio morfológico, sintético, semântico e ortográfico. 1.5
Coesão e Coerência Avalia se o texto possui domínio dos processos de predicação, construção frasal, paragrafação e vocabulário. Além da correta utilização dos sinais de pontuação e dos elementos de articulação textual. 1.5
NOTA FINAL: 8.5


Saiba como é feito a classificação da notas
0.0 - Ruim 0.5 - Fraco 1.0 - Bom 1.5 - Muito bom 2.0 - Excelente


  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES