Whatsapp

o estigma ainda persiste

Banco de Redações

Tema: Violência contra a mulher: por que o machismo persiste?

Redação enviada em 05/07/2015

PUBLICIDADE

Desde os primórdios da vida dos Homo Sapiens, e no decorrer do seu processo de sedentarização, na qual, no qual a espécie humana passou a fixar um local definitivo de moradia, a  mulher já tinha seu papel estabelecido, (.) geralmente, ela ocupava-se de questões do trato familiar, do bem estar da família e filhos. Com o passar dos séculos, este estigma continuou prevalecendo, e apenas em meados do século 20, com a explosão de movimentos feministas, a então dona de casa, passou a mudar esse quadro, e ousar em outros ambientes, (antes) tidos como masculinos.

Na aventura feminina, rumo à conquista do seu espaço, as mulheres têm enfrentado muitas barreiras, principalmente, pela falta de confiança em si mesmas. Seguimentos delas, deste grupo ainda se consideram dependentes dos homens, e(,) devido a isto, elas ainda têm medo de denunciar as violências sofridas, geralmente no ambiente familiar, e quando denunciam, logo, à retiram a denúncia.

É comum ainda ver-se, senhoras afirmando que o homem é o alicerce da família, e(,) consequentemente, passando esses dizeres para as novas gerações, tanto para as filhas quanto para os filhos, (.) com isso, acabam surgindo novas gerações de mulheres dependentes e homens machistas. Assim, esses preceitos se confirmam na sociedade, elas sofrem violência em casa, são violentadas pelas ruas, ainda sofrem discriminação em diversos ambientes, como o trabalhista e político.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em suma, a Lei Maria da Penha está aí, e é considerada uma das melhores do Brasil, (.) tida como funcional, a lei tem diversos pontos que garantem a integridade física da mulher. Medidas de como o afastamento mínimo do parceiro, botão do pânico, e (penas mais severas a) crimes considerados de cunho machista, sofre pena mais severa. Contudo, nota-se que a violência sofrida pelas mulheres, ainda é reflexo dos primórdios da vida humana, (.) as medidas inibitórias funcionam, porém, as agressões ainda persistem, e espera-se que com o tema cada vez mais debatido, este estigma possa mudar, e(,) por fim, a mulher conquiste o seu espaço mais que merecido.

Comentários do corretor


Atenção ao emprego da crase, à grafia correta das palavras, à pontuação, à concordância de número (singular e plural) e de gênero (masculino e feminino) e à coesão frasal.

O texto aborda o tema proposto de forma clara, objetiva e coerente, mas é possível explorar melhor dados atuais relativos ao assunto.

Continue exercitando sua escrita.


Competências avaliadas


Item Nota
Adequação ao Tema Avalia se o texto consegue explorar as possibilidades de ideias que o tema favorece. Como no vestibular, a redação que foge ao tema é zerada. 2.0
Adequação e Leitura Crítica da Coletânea Avalia se o texto consegue perceber os pressupostos da coletânea, assim como fazer relação entre os pontos de vista apresentados e outras fontes de referência. 1.5
Adequação ao Gênero Textual Avalia se o texto emprega de forma adequada as características do gênero textual e se consegue utilizá-las de forma consciente e enriquecedora a serviço do projeto de texto. 1.5
Adequação à modalidade padrão da língua Avalia se o texto possui competência na modalidade escrita. Dessa forma, verifica o domínio morfológico, sintético, semântico e ortográfico. 1.0
Coesão e Coerência Avalia se o texto possui domínio dos processos de predicação, construção frasal, paragrafação e vocabulário. Além da correta utilização dos sinais de pontuação e dos elementos de articulação textual. 1.5
NOTA FINAL: 7.5


Saiba como é feito a classificação da notas
0.0 - Ruim 0.5 - Fraco 1.0 - Bom 1.5 - Muito bom 2.0 - Excelente


  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES