PRIVATIZAÇÃO NÃO É A SOLUÇÃO

Banco de Redações

Tema: Privatização do saneamento básico

Redação enviada em 10/08/2020

PUBLICIDADE

No início de 2010, a Organização das Nações Unidas reconheceu o acesso à água e ao esgotamento sanitário como um direito humano fundamental. Entretanto, o Estado brasileiro não tem conseguido atender as necessidades básicas de toda a população de maneira uniforme e eficiente. Muito embora haja sérias dificuldades na implementação dessa política pública, a privatização do setor poderá agravar ainda mais a situação e dificultar a prestação desses serviços à população mais vulnerável. (Boa. Contextualiza e formula a tese)

(Melhore a coesão entre os parágrafos) A transferência de obrigações que são do Estado, como o esgoto e saneamento, por se tratar de serviços públicos sensíveis e indispensáveis à população está sendo revista em várias localidades mundo afora. No Brasil, pode-se observar o que ocorreu no estado do Tocantins, que privatizou o saneamento no ano de 2000 e depois de 14 anos a concessionária declinou de sua competência para operar o sistema e restituiu essa tarefa para o Estado, porém apenas daquelas regiões que não eram rentáveis para ela (Melhore a apresentação dessa discussão). Logo, percebe-se que as regiões desprovidas de predicados econômicos continuariam sendo um pária em questões sanitárias e o Brasil trilharia o caminho oposto ao que tem acontecido em parte dos países desenvolvidos – a exemplo de França e alguns países europeus – que é a devolução desses serviços para o poder público. (Argumentação expositiva)

(Boa estratégia coesiva) Um outro aspecto de relevância a ser lembrado é a questão das tarifas. A privatização poderá recrudescer ainda mais as desigualdades sociais, tendo em vista que parcela da população com menos poder aquisitivo poderá ficar refém de um aumento excessivo das taxas e comprometer significativamente seus rendimentos, o que já tem ocorrido devido à pandemia da covid-19 (Reveja o recorte temático). O grande problema da privatização é que os investidores/financiadores não estão interessados em oferecer serviços de água e esgoto, estão interessados, sim, em multiplicarem seus capitais (Cuidado ao fazer esse tipo de afirmação). Dessa forma, o saneamento perde completamente sua função social, que visa garantir o direito humano ao acesso a esse serviço básico para que o indivíduo tenha o mínimo de dignidade em sua vida cotidiana. (Argumentação expositiva)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

(Boa estratégia coesiva) À luz dessas ponderações, nota-se que, (Sem vírgula) apenas privatizar o saneamento não seria a melhor opção para resolver essa questão. Faz-se imperioso, portanto, que haja integração dos governos municipais, estaduais e federal, (Boa. Apresenta o agente) a fim de que o governo local, que é o conhecedor das necessidades de sua região, aponte quais pontos carecem prioritariamente desses serviços e a União, que é a detentora da maior quantidade de verba pública, disponha dos recursos necessários para efetivar as políticas públicas em conjunto aos demais entes envolvidos. Assim, com uma fiscalização do próprio poder público e da sociedade civil, o serviço sanitário poderá alcançar o maior número de brasileiros e construir uma sociedade mais igualitária e fraterna.

Comentários do corretor


As discussões são pertinentes ao tema, no entanto precisam ser delimitadas e mais exploradas. Mantenha os aspectos positivos. Não deixe de exercitar a sua escrita.


Competências avaliadas


Competência Nota Motivo
Domínio da modalidade escrita formal 150 Nível 4 - Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita.
Compreender a proposta e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o texto dissertativo-argumentativo em prosa 200 Nível 5 - Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo.
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações em defesa de um ponto de vista 150 Nível 4 - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista.
Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação 150 Nível 4 - Articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
Proposta de intervenção com respeito aos direitos humanos 150 Nível 4 - Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
NOTA FINAL:     800


Veja abaixo a nota relacionada a cada nível
Nível 0 Nota 0
Nível 1 Nota 20
Nível 2 Nota 50
Nível 3 Nota 100
Nível 4 Nota 150
Nível 5 Nota 200


BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES