Topo
pesquisar

Ganância para quê? Dinheiro não se come.

Banco de Redações

Tema: Desmatamento e queimadas: a importância de preservar a floresta amazônica

Redação enviada em 12/09/2019

PUBLICIDADE

Em agosto de 2019, devido a informações divulgadas pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), veio à tona um debate acerca das consequências do desmatamento e das queimadas na região amazônica. E o ser humano, (Sem vírgula) que, em decorrência da ganância, (Sem vírgula) causa tais prejuízos à floresta; (Vírgula) não percebe (ou não quer perceber) que, longe de estar se beneficiando, está fazendo mal a si mesmo. (Melhore a construção de sentido. Reestruture as discussões iniciais)

A Amazônia é um local que possui vasta fauna e flora, abrigando inúmeras espécies. Ademais, sabe-se, também, que ela é lar de povos indígenas. Ao desconsiderar tais fatores, (Sem vírgula) cresce o número de indivíduos e de grupos que provocam desmatamento e queimadas na região, geralmente com o intuito de utilizar os espaços para fins agropecuários. Este fator demonstra apenas a ganância de seres egoístas que não pensam (Evite esse tipo de construção), de fato, num amanhã melhor e mais digno. (Reestruture as ideias apresentadas. Abordagem superficial das discussões)

O Brasil é um país imenso em extensão territorial e certamente não há a menor necessidade de se usar o território da região amazônica para o cultivo ou criação de gado (Reelabore essa ideia). Alimentos podem e devem ser produzidos em outras áreas. O indivíduo ou grupo que pratica as queimadas e o desmatamento, além de estar aumentando drasticamente os níveis de CO2 na atmosfera (contribuindo para a subida do aquecimento global), está matando e pode até mesmo estar extinguindo, de vez, diversas espécies de seres vivos – já, ou que ainda viriam a ser catalogados. As queimadas são agravadas, sobretudo, pelo tempo seco próprio do inverno. Esses atos desequilibram os ecossistemas, além de poderem, a longo prazo – e de maneira crescente – transformar a Amazônia numa savana ou, até mesmo, num deserto; (Vírgula) conforme dados de algumas pesquisas (Discussão superficial). É possível, ainda, que espécies de animais e de plantas fossem descobertas e pudessem acarretar benefícios na área médica (auxiliar o tratamento ou curar determinadas enfermidades), por exemplo. Porém, isso não mais ocorrerá, pois as espécies foram mortas. Igualmente cruel e desumano é aquilo que é feito com os indígenas: basta imaginar, por um breve momento, (Sem vírgula) que, de uma hora para a outra, chega alguém e ateia fogo na residência de outrem (Evite esse tipo de construção). As queimadas e o desmatamento são verdadeiros crimes e, como tais, devem ser passíveis de punições severas, pois não fazem mal apenas à humanidade, mas a toda a diversidade de seres vivos e ao planeta, de modo geral. (Não compreende a estrutura do texto. Delimite e reestruture as discussões apresentadas)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em suma, o Estado deve criar mecanismos para punir e coibir os atos de desmatamento e queimadas na região amazônica. Além disso, iniciativas como o turismo ecológico podem incentivar a preservação da Amazônia, na medida em que haverá uma exploração econômica do local, mas não se alterará significativamente sua estrutura física. A Amazônia não é um bem que pertence somente aos brasileiros, mas a toda a humanidade. Assim, espera-se que não chegue o dia premeditado por um índio americano que disse: “quando o último rio secar, a última árvore for cortada e o último peixe pescado, eles vão entender que dinheiro não se come”. (Reelabore a proposta de intervenção)
 

Comentários do corretor


Observe que há um limite de 30 linhas para desenvolver as discussões. Além disso, delimite, reestruture e articule mais as discussões, pois a abordagem das ideias está superficial. Não deixe de exercitar a sua escrita.


Competências avaliadas


Competência Nota Motivo
Domínio da modalidade escrita formal 100 Nível 3 - Demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita.
Compreender a proposta e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o texto dissertativo-argumentativo em prosa 100 Nível 3 - Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações em defesa de um ponto de vista 100 Nível 3 - Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de vista.
Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação 100 Nível 3 - Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações, e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.
Proposta de intervenção com respeito aos direitos humanos 100 Nível 3 - Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
NOTA FINAL:     500


Veja abaixo a nota relacionada a cada nível
Nível 0 Nota 0
Nível 1 Nota 20
Nível 2 Nota 50
Nível 3 Nota 100
Nível 4 Nota 150
Nível 5 Nota 200


BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Vestibular Brasil Escola