Whatsapp

A mulher no século XXI

Banco de Redações

Tema: Violência contra a mulher: por que o machismo persiste?

Redação enviada em 17/07/2015

PUBLICIDADE

        Na antiguidade, a mulher não possuía autonomia e liberdade sobre seu próprio corpo, pois eram tratadas como propriedades dos homens. Muitas eram vendidas ou trocadas como um objeto. Na atualidade, inúmeros são os casos de violências contra a mulher, nada mais que resquícios históricos resultantes de uma relação desigual de poder de dominação do sexo masculino sobre o feminino. Portanto, percebe-se que tal violência não é um fato atual, mas que vem perpetuando-se há séculos.
       Apesar do avanço que as mulheres tiveram ao longo dos anos(,) de ser inclusa ao serem incluídas e terem direitos, há uma construção social negativa sobre a igualdade entre homens e mulheres na sociedade. E isto é um ato de discriminação que é reproduzida reproduzido, muitas das vezes, em forma de violência. Estas são vítimas de agressões que seguem do lar á à rua, que podem ser expressado expressas em forma de assédio sexual e físico - que levam ou podem levar á à morte (bem) como (a) outras formas de abusos, (como) sendo emocional e/ou verbal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

       A violência doméstica, por exemplo, tem se expressado no cotidiano de muitas mulheres. A cena repetida, muitas vezes se banaliza, e passa a fazer parte da vida, com naturalidade. A vitima é subjugada pelo autoritarismo do agressor, que por sua vez, justifica-se com a ideia de posse de um sobre o outro, o que mostra claramente a mentalidade machista e conservadora desses agressores.
       O lar deve ser local de proteção e abrigo e não manifestação de agressões sob a forma de ofensas, intimidações, humilhações e ameaças, e por isso, recentemente, entrou em vigor a lei Maria da Penha(,) que visa aumentar o rigor das punições sobre crimes domésticos, e para qualquer violência contra as mulheres. 
Contudo, mesmo com a lei, é imprescindível que haja pensamentos igualitários e melhor inclusão da mulher na sociedade. E medidas enérgicas de pesquisas de intervenção - entender como e por quê a violência acontece (-) torna o trabalho de prevenção mais fácil e diminuem diminui a incidência dos crimes.

Comentários do corretor


Atenção à pontuação, à grafia correta das palavras, ao emprego da crase, à concordância de gênero (masculino e feminino), de número (singular e plural) e verbal e à coesão frasal.

O texto aborda o tema proposto de forma clara, objetiva, coerente e crítica, explorando informações e elementos pertinentes ao assunto.

Continue exercitando sua escrita.


Competências avaliadas


Item Nota
Adequação ao Tema Avalia se o texto consegue explorar as possibilidades de ideias que o tema favorece. Como no vestibular, a redação que foge ao tema é zerada. 2.0
Adequação e Leitura Crítica da Coletânea Avalia se o texto consegue perceber os pressupostos da coletânea, assim como fazer relação entre os pontos de vista apresentados e outras fontes de referência. 1.5
Adequação ao Gênero Textual Avalia se o texto emprega de forma adequada as características do gênero textual e se consegue utilizá-las de forma consciente e enriquecedora a serviço do projeto de texto. 2.0
Adequação à modalidade padrão da língua Avalia se o texto possui competência na modalidade escrita. Dessa forma, verifica o domínio morfológico, sintético, semântico e ortográfico. 1.0
Coesão e Coerência Avalia se o texto possui domínio dos processos de predicação, construção frasal, paragrafação e vocabulário. Além da correta utilização dos sinais de pontuação e dos elementos de articulação textual. 1.5
NOTA FINAL: 8


Saiba como é feito a classificação da notas
0.0 - Ruim 0.5 - Fraco 1.0 - Bom 1.5 - Muito bom 2.0 - Excelente


  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES