Whatsapp

A violência é sempre uma derrota

Banco de Redações

Tema: Violência contra a mulher: por que o machismo persiste?

Redação enviada em 17/07/2015

PUBLICIDADE

Há pelo menos dois mil e quinhentos anos, alicerçou-se a construção ideológica da superioridade do homem em detrimento da mulher, e consequentemente a subordinação desta a ele. Nas civilizações Gregas, a mulher era vista como uma criatura subumana, inferior ao homem. Era menosprezada moral e socialmente, e não tinha direito algum. Infelizmente, a visão grega foi passada entre as gerações e em muitas famílias, inclusive brasileiras, perdura até os dias atuais.

A visão de que a mulher é inferior ao homem é descendência histórica e isso fez com que ela buscasse reverter essa situação, a exemplo vale citar o período da Grande Guerra, em que as mulheres alcançaram a liberdade de sair de casa sozinha, dirigir automóveis, etc. Contudo, são violentadas, constrangidas e humilhadas diariamente – ao usufruírem da liberdade alcançada – por machistas e opressores, que possuem imoralidade infiltrada no seu caráter, os quais desprezam o que foi dito por Jean Paul Sartre sobre a violência, que independente da maneira como ela se manifeste, é sempre uma derrota.

Além disso, segundo um estudo divulgado pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), as vítimas de estupro do sexo feminino, no Brasil, somam 88,5%. Os dados são alarmantes no que tange a à violência contra a mulher, não somente no que diz respeito ao estupro ou à violência social, mas também às violências domésticas, sejam elas físicas ou psicológicas. As vítimas devem receber o maior cuidado possível por meio de tratamento psicológico pelo tempo que for necessário, para que os danos causados, sejam eles traumas ou sentimento de inferioridade e culpa, não sejam irreversíveis, como tendem a ser.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fica claro, portanto, que mudanças são necessárias em um país no qual até mesmo a presidente é uma mulher, entre elas: Criação de institutos, por parte do governo, para internação dos agressores e tratamento psiquiátrico. A escola pode atuar como transmissora da igualdade, principalmente às crianças, ensinando-as que todos os indivíduos, independentemente do gênero(,) são iguais. Dessa forma, em médio ou longo prazo de tempo, o país denominado “Pátria Amada” poderá se orgulhar de realmente o ser.

Comentários do corretor


Atenção à pontuação e ao emprego da crase.

Bom texto. Aborda o tema proposto de forma clara, objetiva, coerente, crítica e bem desenvolvida.

Continue exercitando sua escrita.


Competências avaliadas


Item Nota
Adequação ao Tema Avalia se o texto consegue explorar as possibilidades de ideias que o tema favorece. Como no vestibular, a redação que foge ao tema é zerada. 2.0
Adequação e Leitura Crítica da Coletânea Avalia se o texto consegue perceber os pressupostos da coletânea, assim como fazer relação entre os pontos de vista apresentados e outras fontes de referência. 1.5
Adequação ao Gênero Textual Avalia se o texto emprega de forma adequada as características do gênero textual e se consegue utilizá-las de forma consciente e enriquecedora a serviço do projeto de texto. 2.0
Adequação à modalidade padrão da língua Avalia se o texto possui competência na modalidade escrita. Dessa forma, verifica o domínio morfológico, sintético, semântico e ortográfico. 1.5
Coesão e Coerência Avalia se o texto possui domínio dos processos de predicação, construção frasal, paragrafação e vocabulário. Além da correta utilização dos sinais de pontuação e dos elementos de articulação textual. 2.0
NOTA FINAL: 9


Saiba como é feito a classificação da notas
0.0 - Ruim 0.5 - Fraco 1.0 - Bom 1.5 - Muito bom 2.0 - Excelente


  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES