Topo
pesquisar
Em 06/12/2007 08h14, atualizado em 14/09/2016 11h15

Automação Industrial

Guia de Profissões

Por Camila Mitye
PUBLICIDADE

Atualmente, as grandes indústrias de vários setores (entre eles automobilístico, petroquímico e metalúrgico) utilizam em seu processo de produção as linhas de montagem, um meio mais rápido de produzir em série. Essas linhas são automatizadas, isto é, movidas mecanicamente por sistemas automáticos (ou “robôs”). Se o processo ainda fosse manual, provavelmente uma montadora de veículos levaria o triplo do tempo que gasta atualmente com a linha de produção automatizada.

Devido à necessidade dessas indústrias de renovar seu maquinário, realizar sua manutenção e operá-los de forma correta, é que surgiu a figura do tecnólogo em Automação Industrial. Esse profissional é responsável pela criação e o funcionamento desses “robôs”.

Atividades

Confira mais algumas competências do tecnólogo em Automação Industrial:
- Execução de projetos de criação de máquinas inteligentes, peças robotizadas e redes industriais (sistemas de integração e automação);
- Planejamento, execução, supervisão e inovação de sistemas de automação;
- Execução de instalações elétricas de sistemas automatizados;
- Desenvolvimento de produtos de eletrônica e eletroeletrônica;
- Coordenação de equipes de instalação e manutenção de sistemas automatizados;
- Desenvolvimento e instalação de sistemas digitais, softwares e linguagens de programação de equipamentos eletrônicos e sua manutenção;
- Integração de sistemas de manufatura;
- Interpretação de plantas de projetos elétricos.

Todas as habilidades do profissional em Automação Industrial visam, em parceria com os engenheiros industriais e de produção, aperfeiçoar os processos de produção e reduzir os seus custos.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para Automação Industrial é amplo, trazendo oportunidades de trabalho para o profissional graduado nessa área em todas as indústrias que tenham linhas de produção automatizadas. E ainda, nas indústrias especializadas em Automação Industrial, ele pode exercer a função de gerente de funcionamento da fábrica.

A remuneração para o egresso desse curso varia, mas a média salarial no Brasil é de R$ 2.786.

O Curso

O curso tem em média 2 anos e meio de duração e, as disciplinas básicas das Ciências Exatas (que são a base do curso), são combinadas matérias específicas como eletroeletrônica, informática, mecânica, instrumentação industrial, programação, automação e estudo das redes industriais, além do inglês técnico e instrumental.

Instituições de Ensino

Região Centro-Oeste
Goiás: FATECIB (Goiânia)
Mato Grosso: IFMT (Cuiabá)

Região Nordeste
Ceará: IFCE (Juazeiro do Norte)
Paraíba: IFPB (Cajazeiras, João Pessoa)
Rio Grande do Norte: IFRN (Natal)
Sergipe: IFS (Lagarto)

Região Norte
Amazonas: UEA e UNIP (Manaus)

Região Sudeste
Minas Gerais: FATEC-JF; INATEL; Universitas; Facet; Unis-MG
Rio de Janeiro: UCP (Petrópolis); UGF e Estácio (Rio de Janeiro)
São Paulo: IFSP (Cubatão, Guarulhos, São Paulo, Sertãozinho); FATEC (Catanduva, Osasco, São Bernardo do Campo); Metodista; UniABC (Santo André); UNIP (Araraquara, Campinas, Jundiaí, Limeira, Santana do Parnaíba, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba); UniSal; UBC e UMC (Mogi das Cruzes)

Região Sul
Paraná: UTFPR (Cornélio Procópio, Curitiba, Pato Branco, Ponta Grossa)
Rio Grande do Sul: UERGS (Novo Hamburgo); UCS (Caxias do Sul); Ulbra (Canoas)
Santa Catarina: UNIDAVI (Rio do Sul); UniSul (Tubarão); Unerj (Jaraguá do Sul); CET Blumenau

  • Relacionados
O técnico em Automação Industrial está habilitado para o manuseio de máquinas na indústria
Guia de Profissões Automação Industrial
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola