Topo
pesquisar
Em 29/05/2008 18h04, atualizado em 29/04/2009 11h43

Fazer ou não uma pós-graduação?

Especial

Por Marla Rodrigues
PUBLICIDADE
Cerca de 20 anos atrás, ter um diploma de 2º grau era mais do que suficiente para ter um bom emprego garantido. Hoje, obter um diploma de nível superior é básico e como a oferta de cursos em universidades particulares vem crescendo gradualmente, este documento tem sido visto como uma coisa simples de se conseguir (apesar de nem sempre ser verdade). Portanto, no século XXI, para se ter um emprego realmente bom e valorizado no mercado de trabalho é preciso fazer uma pós-graduação.

Mas qual pós é a ideal para você?

A resposta desta pergunta vai depender dos seus objetivos e desejos pessoais. A pós lato sensu é a especialização em alguma tendência mercadológica. É um curso mais prático, com ênfase no suprimento de necessidades corporativas. É ideal para quem já quer sair da faculdade especializado em uma das áreas de seu conhecimento.

Já a pós stricto sensu, composta por mestrado e doutorado, é voltada para quem deseja seguir a carreira acadêmica, ou seja, trabalhar em universidades, seja como pesquisador ou professor. Este tipo de pós gera mais intelectuais para as universidades, principalmente as públicas, e faz com que o número de pesquisas, teses e artigos aumentem consideravelmente, o que faz crescer o prestígio de nossas instituições mundo afora.

Os cursos de MBA (Master in Business Administration) têm como público alvo aqueles profissionais que já estão no mercado de trabalho por pelo menos cinco anos. Como forma para cargos de maior responsabilidade, aqueles que já passaram dos 30 estão entre os profissionais mais cotados. Os cursos formam basicamente executivos de grandes empresas que queiram alavancar a carreira e concorrer a cargos administrativos, como gerências e presidências.

Como em todos os cursos, as pós devem ser feitas em boas e reconhecidas escolas, pois as de primeira linha dão mais credibilidade à formação e atuam até como um “carimbo de inteligência”. É o tipo de informação que pesa no currículo e que pode dar a você e não a outro um cargo importante em uma grande empresa. Porém, não basta achar que o diploma faz da pessoa um bom profissional. Bons profissionais são aqueles que estão aptos a adaptar-se às mudanças exigidas pelo mercado de trabalho e se sobressaírem naquilo que fazem.
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola