Topo
pesquisar
Em 19/05/2016 16h40, atualizado em 19/05/2016 16h54

Portos

Guia de Profissões

O Curso Técnico em Portos tem duração entre um e dois anos e meio e prepara o estudante para atuar na indústria naval. Por Lorraine Vilela Campos
O Técnico em Portos é um profissional cada vez mais procurado na indústria naval
O Técnico em Portos é um profissional cada vez mais procurado na indústria naval
PUBLICIDADE

Com o crescimento da demanda no setor portuário brasileiro e a exploração do Pré-Sal, houve um aumento na procura por profissionais qualificados para as funções inerentes ao trabalho nos portos. Para capacitar os trabalhadores da área, surgiram os cursos técnicos em Portos ou técnicos Portuários

O curso Técnico em Portos tem curta duração (entre um e dois anos e meio) e prepara o estudante para atuar na operação portuária em diversos âmbitos. A modalidade é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e está no Catálogo Nacional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Durante o curso, o estudante entra em contato com disciplinas diretamente ligadas ao trabalho nos portos. Entre os conteúdos, estão Legislação, Portos e Hidrovias, Operações Portuárias, Manutenção de Equipamentos Portuários, Embarcações, Sinalização Náutica, Importação e Exportação e Agenciamento de Embarcações. 

As instituições que oferecem o curso de Técnico em Portos precisam estar equipadas com material informatizado semelhante ao utilizado nas operações portuárias, laboratórios didáticos que simulam a prática cotidiana, além do acervo teórico.

A oferta do curso está atrelada diretamente ao mercado de trabalho, ou seja, é maior nas cidades litorâneas onde estão localizados os principais portos do Brasil: Rio de Janeiro, Paranaguá (PR), Itajaí (SC), Vitória (ES), Rio Grande (RS), Salvador, Manaus e Santos (SP) (nessa última cidade está localizado o maior porto da América Latina).

Profissão

O Técnico em Portos ou Técnico Portuário está habilitado ao trabalho em portos públicos e privados, empresas de transporte aquaviário, empresas de apoio portuário ou dragagem, agências marítimas, empresas de comércio exterior e órgãos reguladores. A principal empregadora do ramo naval é a Petrobras. 

O trabalho do técnico consiste em diversas etapas ligadas às operações portuárias, procedimentos de importação e exportação, agenciamento de embarcações e operação e gerenciamento de equipamentos eletromecânicos dos portos. 

O salário do Técnico em Portos varia de acordo com sua função, mas para trabalhadores com nível médio técnico atuantes em portos, navios ou empresas terceirizadas, a remuneração pode chegar a R$ 5 mil. 

Graduação

O curso de Técnico em Portos é a porta de entrada para outras profissões da indústria naval. Quem deseja entrar em alguma graduação pode optar por Engenharia Portuária (só existe na Universidade Católica de Santos – UniSantos), Engenharia de Mobilidade, Engenharia Civil Costeira e Portuária (só existe na Universidade Federal de Rio Grande (FURG), Tecnologia em Logística e Transporte, Gestão Portuária e Engenharia de Transporte e Logística. 

  • Relacionados
A logística soluciona problemas de armazenamento e transporte de mercadorias
Guia de Profissões
Logística e Transporte
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola