Topo
pesquisar
Em 26/03/2015 10h17 , atualizado em 01/02/2016 09h31

Conexões de Saberes (UFAL)

Cursinhos comunitários

Pré-Enem do Programa Conexões de Saberes atende estudantes de Maceió e interior de Alagoas. Por Lorraine Vilela Campos
Mais de mil alunos do Pré-Enem foram aprovados em vestibulares do Estado
Mais de mil alunos do Pré-Enem foram aprovados em vestibulares do Estado
PUBLICIDADE

Criado em 2006, o Programa Conexões de Saberes faz parte das Ações Afirmativas da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Alagoas (PROEX/UFAL). O projeto surgiu de uma parceria entre a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD) do Ministério da Educação (MEC) com a instituição.

Apesar de iniciar suas atividades em 2006, o Conexões de Saberes da UFAL inspirou-se em um outro projeto de 2003, o Rede de Universitários de Espaços Populares (Ruep), programa elaborado pelo Observatório de Favelas. O MEC, por meio da SECAD, firmou uma parceria com 33 universidades federais brasileiras, o que possibilitou a criação do cursinho.

O Programa Conexões de Saberes tem como missão promover o diálogo entre a universidade e as comunidades populares alagoanas. Sua expansão se deu através do Pré-Enem, anteriormente chamado de Pré-Vestibular Comunitário, preparando jovens de baixa renda para o ingresso no Ensino Superior, com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

Em Maceió, o Pré-Enem atende futuros vestibulandos das comunidades de Benedito Bentes, Graciliano Ramos, Chã da Jaqueira, Bom Parto, Clima Bom e Tabuleiro. No interior do estado, o cursinho é ministrado nas cidades de Santa Luzia do Norte, Rio Largo, Satuba e nos polos de Arapiraca, Palmeira dos Índios, Penedo e Delmiro Gouveia. 
Inscrições

As inscrições são feitas pela internet, anualmente. A seleção é realizada com base em critérios socioeconômicos e uma prova com questões objetivas sobre as áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e Ciências Humanas e suas Tecnologias. 

Podem participar candidatos que tenham concluído o ensino médio, ou que estão no último ano, integralmente em escolas públicas ou com bolsa de estudo integral em colégios particulares. Além disso, o concorrente deve ter renda individual familiar inferior a três salários-mínimos. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A quantidade de vagas varia conforme o ano. Até 2010, o programa contava com o financiamento do MEC e oferecia 900 vagas para comunidades de maior vulnerabilidade. A partir de 2011 a oferta caiu devido ao novo orçamento e espaço físico disponível, cujos gastos foram assumidos pela UFAL. Em 2015 e 2016, por exemplo, foram oferecidas 300 vagas.

Aulas

O curso é gratuito e ministrado por estudantes da UFAL, de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h, na sede do projeto, no Campus A.C. Solimões, em um espaço físico que conta com seis salas. O material didático é fornecido pela própria universidade, contendo apostilas, cópias e conteúdo audiovisual para as aulas. 

Segundo dados do projeto, mais de mil alunos que participaram do Pré-Enem ingressaram em graduações da própria UFAL e demais instituições públicas de Alagoas, inclusive em cursos mais concorridos como Medicina, Engenharias, Odontologia e Direito. A concorrência média do cursinho é de sete candidatos por vaga. 

De acordo com a coordenação do programa, ações como o Pré-Enem são importantes porque valorizam os estudantes de comunidades carentes, além de oferecer a possibilidade de uma educação mais completa para que possam estar mais preparados para o ingresso nas universidades. 

Informações:

Endereço: Campus A.C.Solimões, Av. Lourival de Melo Mota s/nº, Tabuleiro dos Martins – Maceió/AL

Página no projeto no Facebook: (Conexões de Saberes)
Blog: http://dialogosaberes.blogspot.com.br/

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Vestibular Brasil Escola