Topo
pesquisar
Em 08/07/2011 11h43, atualizado em 08/07/2011 11h46

União homoafetiva

Blog do Vestibular

O artigo não representa a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

Por Dayse Luan
PUBLICIDADE

Um tema polêmico e que pode cair em alguns vestibulares do final deste ano é a união homoafetiva. Ela foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 05 de maio e, como não poderia deixar de ser, essa decisão deu o que falar.

Muitas pessoas comemoraram esse acontecimento histórico para o país, pois a aquisição desse direito para os homossexuais seria o início de novos tempos e novas conquistas. Além de um primeiro passo para o reconhecimento de outros direitos.

Por outro lado, parte da sociedade, principalmente religiosos mias extremistas, pensam que tal fato é um desrespeito as pessoas, a família, a constituição e as leis de Deus.

A primeira união estável entre casais do mesmo sexo foi realizada em Goiânia, no dia 09 de maio, entre Liorcino Mendes e Odílio Torres. Em 17 de junho o juiz Jeronymo Pedro Villas Boas, que também é pastor, anulou esta união. Para ele, a decisão do STF contraria a Constituição, a qual não reconhece esse laço como família.

O STF considerou tal fato uma afronta, assim como outros setores da sociedade viram o episódio como um autoritarismo. No entanto, a desembargadora e corregedora-geral da Justiça de Goiás, Beatriz Figueiredo Franco, revogou a decisão do juiz, que já havia solicitado aos cartórios da cidade que o informassem de novos pedidos de uniões homoafetivas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Já no Rio de Janeiro, no dia 22 do mesmo mês, foi promovido um casamento gay coletivo, onde cerca de 40 casais oficializaram sua união civil estável. Entre eles Liorcino Mendes e Odílio Torres, que não esperaram a decisão da desembargadora para terem seu direito reconhecido. E em Jacareí, São Paulo, no dia 28 seguinte, foi realizado o primeiro casamento civil homossexual do país entre Luiz André Rezende Moresi e José Sergio Sousa.

No Congresso está em tramitação um projeto de lei que criminaliza a homofobia, portanto todo esse assunto ainda vai se estender e gerar muitas discussões. E, por ser polêmico, não será facilmente solucionado, nem as decisões aceitas sem protestos e comemorações.

E você, o que pensa sobre toda essa polêmica? Comente.
Quer deixar mais que um comentário? Então participe do Banco de Redações do mês de julho.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola