Topo
pesquisar
Em 19/09/2017 11h29, atualizado em 16/01/2018 12h27

Química e Biologia - Sistema Endócrino

Vídeos

Confira uma aula gratuita de uma hora sobre sistema endócrino, com professores de Biologia e Química do QG do Enem. Por Adriano Lesme
PUBLICIDADE

Os professores Pedro Rocha, de Biologia, e Gabriel Cabral, de Química, darão uma hora de aula sobre Sistema Endócrino.

Para já entrarmos no clima da aula, separamos pontos importantes sobre tema:

O sistema endócrino se baseia na comunicação entre as glândulas e as células-alvo. Sendo as glândulas endócrinas as que liberam as secreções na corrente sanguínea, e células-alvo as que possuem receptores específicos para o mediador químico em questão.

Para estudarmos as glândulas, é importante começarmos identificando os hormônios e suas composições:

Proteicos: Formado por uma sequência de aminoácidos, seus receptores se encontram na membrana plasmáticas das células-alvo. Ex: insulina.

Esteroides: Formados a partir do colesterol, são capazes de atravessar a biocamada fosfolipídica das células. 

Estrutura química do colesterol, testosterona e cortisona

Aminas: Hormônios provenientes dos aminoácidos, como os T3 e T4, da tireoide.

Se nos aprofundarmos um pouco mais e falarmos sobre as glândulas, podemos citar alguns exemplos:

Hipófise e Hipotálamo: Popularmente chamada de glândula mestre, a hipófise controla a atividade de diversas outras glândulas. Porém, não trabalha sozinha, ela está fortemente relacionada com o hipotálamo. Aqui estamos falando do controle de secreção da glândula tireoide, o hormônio FSH que desenvolve os folículos ovarianos femininos e estimula a produção masculina de espermatozoide, liberação de progesterona (mulheres) e testosterona (homens), produção do hormônio do crescimento, produção de prolactina estimulando a síntese do leite após o parto, entre outros.

Neuro-Hipófise: É responsável pela contração do miométrio facilitando o parto, entre outras.

Pineal: Muitos a consideram vestigial, mas acredita-se que há uma relação com a produção de melatonina que regula o sono. A glândula possui relação com o ritmo circadiano, influenciando-se com os períodos de luminosidade e obscuridade.

Tireoide: Os hormônios tireoides agem em todos os tecidos, aumentando a taxa metabólica que gera um aumento da liberação de calor, desenvolvimento fetal, suporte ao sistema nervoso, aumento da frequência cardíaca, aumento da pressão no sangue. A glândula ainda inibe a perda de cálcio, fosfato e hidroxiprolina da matriz óssea para o sangue.

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Enem Brasil Escola