Topo
pesquisar
Em 08/07/2008 17h57, atualizado em 29/04/2009 11h31

Com cursinho

Dicas de Vestibular

Por Marla Rodrigues
Sala de aula de cursinho pré-vestibular
Sala de aula de cursinho pré-vestibular
PUBLICIDADE
Os cursinhos pré-vestibulares são indicados principalmente para quem teve dificuldades no ensino médio, não teve preparação em boas escolas, é indisciplinado com horários e/ou quer passar num vestibular muito concorrido.

Por quê? Porque os professores dos cursinhos são especializados em vestibular e em suas artimanhas. Eles estão lá exclusivamente para fazer você passar no vestibular e não para fazer você passar de ano no colégio. Como o pessoal é muito jovem no 3º ano, muitas vezes não tem maturidade para lidar com as pressões do processo seletivo. No cursinho a dedicação pode ser total, sem ter que se preocupar com as notas ao fim de cada bimestre.

O material didático fornecido pelos pré-vestibulares é bastante específico e um ótimo guia para estudo, pois focaliza o conteúdo que mais cai nas provas. O simulado também é um bom exercício para ir treinando a questão do tempo e do nervosismo durante o vestibular, além de ajudar a pontuar aspectos fortes e fracos do seu estudo.

Mesmo estando só no cursinho, é essencial continuar estudando em casa diariamente (em torno de 4 horas) e não faltar às aulas, afinal, o conteúdo dado em três anos de ensino médio é repassado em seis meses pelos professores do pré-vestibular. Enquanto estiver em sala, evite distrair-se com a quantidade exorbitante de pessoas por metro quadrado que abarrotam o ambiente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Está na chuva? Então se molhe! Abuse dos plantões de dúvidas, das aulas específicas para humanas, exatas ou biológicas e não deixe nada, nada para depois. Uma dúvida hoje, outra amanhã e depois você não conseguirá saná-las a tempo.

Quando a briga é de cachorro grande, o ideal é procurar os cursinhos específicos, como aqueles que aprovam no ITA, IME ou em Medicina na USP. Se o seu objetivo é um curso concorrido pra caramba, então vale a pena investir, pois eles nivelam os estudantes por cima e a cobrança é maior. Simulados e conteúdo também são compatíveis com os das provas dos grandes vestibulares.

Tá sem grana? O jeito é apelar para os cursinhos comunitários, com valores bem abaixo daqueles cobrados por aí e com bom índice de aprovação. Alguns são subsidiados pelo governo federal, outros por instituições filantrópicas, outros por ex-alunos e até mesmo pelas universidades federais. Encontre um perto de você!

  • Relacionados
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola