Topo
pesquisar
Em 05/03/2009 08h41, atualizado em 25/09/2014 17h35

Cotas na USP

Cotas

A política de ações afirmativas da universidade concede bônus aos alunos que se enquadrem na condição de cotista. Por Wanessa de Almeida
PUBLICIDADE

Atualizado por Adriano Lesme

Em 2006, a Universidade de São Paulo criou o Programa de Inclusão Social da USP, o Inclusp. A ideia é ampliar o acesso e permanência dos estudantes de escola pública na universidade sem que para isso tenha que reservar vagas no processo seletivo. Para isso, une inclusão social com mérito acadêmico.

A principal meta é que 30% dos aprovados no Vestibular da Fuvest seja de estudantes enquadrados nesta categoria. Para isso, o Inclusp oferece três sistemas de bônus que beneficiam os vestibulandos oriundos de escolas públicas, negros, pardos e indígenas.

Com funciona

Os estudantes que cursaram ou estejam cursando o ensino médio em escolas públicas recebem, de acordo com a nota obtida no exame vestibular, uma bonificação de até 12% na média final. Os vestibulando que frequentaram o ensino fundamental e médio em instituições públicas podem receber o acréscimo de até 20% na pontuação final.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Além da bonificação concedida aos estudantes de vindos das escolas públicas, os estudantes que no ato da inscrição se declararem pretos, pardos ou indígenas também recebem um acréscimo na nota, nesse caso de 5%.

Outro sistema que universidade usa para beneficiar os vestibulandos é através do Programa de Avaliação Seriada da USP (Pasusp). Os estudantes do 2° ou 3° ano do ensino médio em escolas públicas podem realizar o exame seriado e ser bonificado com até 20% de acréscimo na nota obtida. O total a ser acrescido depende do desempenho dos alunos no vestibular.

Veja também:
Conheça USP

 

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola