Unicamp 2019: concorrência do vestibular aumenta após as mudanças

Curso de Medicina registra 330 candidatos por vaga. Mais de 76 mil candidatos participarão do processo seletivo.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, divulgou a concorrência de seu Vestibular 2019. Ao todo, 76.312 estudantes se inscreveram para as 2.589 vagas oferecidas em 69 cursos de graduação.

O número total de inscritos é inferior ao registrado no Vestibular 2018, mas a concorrência geral passou de 25,1 para 29,5 candidatos por vaga. Isso se deve ao fato de a Unicamp ter reduzido o número de vagas a ser ofertado no vestibular, reservando 20% para ingresso via Exame Nacinal do Ensino Médio (Enem).

O curso de Medicina, que é mais concorrido, por exemplo, teve concorrência 279 candidatos por vagas no último vestibular e 330 agora no Vestibular 2019. Arquitetura e Urbanismo continua como segundo mais disputado, agora com 102 candidatos por vaga.

Ainda figuram entre os mais disputados os cursos de Ciências Biológicas, Comunicação Social – Midialogia e Ciência da Computação, com 57,9, 54,5 e 39 candidatos por vaga, respectivamente.

Veja a relação completa de concorrência do Vestibular 2019 da Unicamp

Cotas

Outra mudança que a Unicamp adotou a partir desta edição é a reserva de 15% das vagas para candidatos autodeclarados pretos e pardos. Não houve uma grande mudança no número de inscritos, mas a quantidade de estudantes que solicitaram participar do sistema de cotas chega a 12% do total.

Crédito da imagem: Comvest/Unicamp

Além das capitais já tradicionais para aplicação de provas, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e São Paulo, o vestibular acontecerá em Curitiba e Salvador. Foram 1.065 inscritos para a capital paranaense e outros 1.119 para Salvador. As provas também acontecem em diversas cidades do interior de São Paulo.

Ingresso via Enem

Outras 645 vagas em cursos de graduação da Unicamp serão preenchidas pelo Vestibular via Enem. Neste caso, haverá a reserva de 10% das vagas para candidatos cotistas, nos mesmos moldes do Vestibular Tradicional.

As inscrições estarão abertas entre os dias 15 de outubro e 14 de novembro e os interessados poderão optar pelo uso da nota do Enem nas edições de 2017 ou 2018. 

Haverá ainda a oferta de outras 72 para o processo seletivo para indígenas (sendo 23 regulares e 49 adicionais) e 83 em olimpíadas científicas.

Provas do Vestibular Tradicional

O Vestibular da Unicamp é composto por duas fases, estando a primeira marcada para o dia 18 de novembro e a segunda entre os dias 13 e 15 de janeiro de 2019.

Segundo o Manual do Candidato, os locais de provas da primeira fase serão divulgados no dia 26 de outubro. O exame será aplicado a partir das 13h, composto por 90 questões objetivas sobre conhecimentos gerais.

Os classificados nesta primeira etapa serão conhecidos em 10 de dezembro. Neste dia, a Unicamp também informará os locais de prova da segunda fase e as notas de corte. 

A segunda etapa será aplicada de 13 a 15 de janeiro. As provas serão divididas da seguinte maneira:

Habilidades Específicas

Os vestibulandos inscritos para o curso de Música farão as provas de habilidades específicas em duas fases: 1ª etapa (10 a 17 de setembro); 2ª etapa (14 e 15 de outubro). Candidatos aos cursos de Artes Cênicas e Artes Visuais terão esta etapa de 21 a 23 de janeiro. 

No caso do curso de Dança, a fase específica acaba no dia 24 seguinte. Já Arquitetura e Urbanismo contará com esta verificação de habilidades somente em 25 de janeiro.

Resultado e chamadas

O resultado do Vestibular 2019 será anunciado em 11 de fevereiro. As matrículas serão realizadas no dia 12 seguinte. 

A Unicamp fará outras chamadas nos meses de fevereiro e março. Veja o calendário completo de chamadas no Manual do Candidato ou no site da Comvest/Unicamp.


Fonte: Brasil Escola - https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/noticias/unicamp-2019-mais-76-mil-estudantes-se-inscreveram-para-vestibular/343498.html