Topo
pesquisar
Em 20/02/2017 11h34

Prefeitura de Porto Velho (RO) oferece 400 vagas para o Projeto Superação 2017

Notícias

Inscrições podem ser feitas presencialmente em três escolas ou na Paróquia, das 19h às 21h30. Por Wanja Borges
PUBLICIDADE

A Prefeitura de Porto Velho (RO), por meio das Secretarias de Assistência Social e da Família (Semasf) e de Educação Municipal (Semed), iniciou nesta segunda-feira, 20 de fevereiro, as inscrições para o Projeto Superação 2017. A oferta é de 400 vagas.

Elas podem ser feitas presencialmente, nas Escolas Pedro Batalha (Rua Alba, Aponiã); Voo da Juriti (Rua Antônio Fraga Moreira, JK I); Tucumã (Rua Abóbora, Cohab Floresta); e Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Rua Esron de Menezes, no Areal).

O atendimento será realizado apenas das 19h às 21h30. Além de preencher o formulário de inscrição, os candidatos devem apresentar carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. Os inscritos serão selecionados por uma análise socioeconômica.

Quem pode se inscrever?

O cursinho, que é gratuito, é destinado para egressos ou concluintes do ensino médio na rede pública que pretendem ingressar no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mas não têm condições de custear preparatórios particulares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os candidatos também deverão comprovar que residem em Porto Velho, possuem renda mensal per capta de até dois salários-mínimos e não estejam cursando ou tenham concluído curso de nível superior.

Egressos da rede privada de ensino também podem se inscrever, desde que tenham cursado pelo menos dois terços do ensino médio com bolsa de estudos igual ou superior a 75% do valor da mensalidade cobrada. 

A data de publicação do resultado e do início das aulas ainda não foi informado. Mais informações podem ser obtidas no site da Prefeitura de Porto Velho/RO.

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola