Patrocínio:

Whatsapp
Em 12/05/2008 12h09

Governo de São Paulo oferece 4 mil vagas para monitores de informática

Notícias

Por Camila Mitye
PUBLICIDADE

O governo do Estado de São Paulo, por meio do projeto “Acessa Escola”, abriu hoje (12) 4 mil vagas para monitores, para trabalhar em laboratórios de informática em escolas estaduais do estado. Os monitores irão auxiliar os colegas a fazer pesquisas e trabalhos escolares no computador e manterão o laboratório aberto em tempo integral.

Os candidatos a monitoria devem estar cursando o 1º ou o 2º ano do ensino médio e podem inscrever-se na secretaria de suas escolas até o dia 21 de maio. O objetivo é que os monitores trabalhem na mesma escola onde estudam, mas, se porventura houver alguma escola sem candidatos, os monitores serão alunos de escolas vizinhas.

A jornada de trabalho é de quatro horas por dia (20h semanais) e há opção de três turnos: matutino (8h às 12h), vespertino (12h às 16h) ou noturno (16h às 20h). O salário é de R$ 340,00 mensais e o contrato com o estudante é de um ano, com o período mínimo de seis meses de trabalho e podendo estender-se por mais um ano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Prova

Uma prova de raciocínio lógico e familiaridade com informática será aplicada nos candidatos no dia 22 de junho. No dia 03 de julho a secretaria do Estado da educação convocará os estudantes aprovados e iniciará a capacitação, um curso de preparação para o trabalho como monitor.

A meta do projeto “Acessa Escola” é beneficiar cerca de 500 escolas com laboratórios de informática da capital do estado até o fim de 2008 e, em longo prazo, atender 3.527 escolas de todo o estado até março de 2010. Com isso, mais de 12 mil estudantes poderão trabalhar como monitores de informática em suas escolas.

Por Camila Mitye

  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES