Enem 2019 registra o menor número de inscritos da década

Desde a reformulação do Enem, apenas as edições de 2009 e 2010 tiveram menos inscritos.

A edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá o menor número de participantes dos últimos nove anos. Entre os 6.384.957 de inscritos, apenas 5.095.308 tiveram a inscrição confirmada após o pagamento da taxa. O balanço foi divulgado na noite de ontem, 28 de maio, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Saiba tudo sobre o Enem 2019

O número de inscrições confirmadas é composto pelos estudantes que ganharam isenção mais os participantes que pagaram a taxa de inscrição de R$ 85 até o dia 23 de maio. A isenção da taxa foi concedida aos estudantes de baixa renda (CadÚnico e Lei Federal) e do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas. 

A maioria dos inscritos é isento de taxa, 2.980.502 (58,5%), enquanto os pagantes são 3.404.455‬ (41,5%). Em relação ao Enem 2018, diminuiu a porcentagem de isentos da taxa e aumentou a de pagantes. No ano passado, 63,9% eram isentos da taxa e apenas 36,1% eram pagantes.

Os estados com mais inscritos no Enem 2019 são: São Paulo, com 816 mil (16%); Minas Gerais (534 mil); Bahia (395 mil); Rio de Janeiro (339 mil); Ceará (294 mil); Pará (279 mil) e Pernambuco (275 mil).

Mulheres e pardos são maioria

As mulheres seguem sendo maioria entre os inscritos no Enem: 59,5% dos confirmados. Em relação a cor declarada, 46,4% se autodeclararam pardos, 36%, brancos e 12,7% pretos. Na faixa etária, 26,7% tem de 21 a 30 anos, 17,8% tem 17 anos e 15,9% tem 18 anos.

O balanço do Enem 2019 ainda mostrou que 58,7% dos inscritos já terminaram o ensino médio e 28,8% irão concluir ainda este ano. Isso significa que 87,5% ou 4,4 milhões de estudantes poderão usar as notas do Enem para entrar no ensino superior em 2020. Os treineiros, participantes que não vão concluir o ensino médio este ano, são 12,1% dos inscritos.

Atendimento especial

O Inep recebeu cerca de 50 mil pedidos de atendimento especial no Enem 2019, sendo 40.756 solicitações de atendimento especializado, 8.000 de atendimento específico e 2.068 de atendimento por nome social. A quantidade de participantes que terão, de fato, o atendimento especial será divulgada após a fase de análise de laudos.

Entenda a diferença entre atendimento específico e especializado no Enem

Menor número da década

O Enem 2019 registrou o menor número de inscrições confirmadas da década, que teve início em 2011. Desde que o exame foi reformulado, passando de 63 para 180 questões e de um dia de aplicação para dois, o Enem só teve menos inscritos em 2009 e 2010. Veja os números:

Inscritos Enem 2019
Gráfico de inscritos no Enem de 2009 a 2019

2009 - 4,1 milhões 
2010 - 4,6 milhões
2011 - 5.366.780
2012 - 5.791.332
2013 - 7.173.910
2014 - 8.722.290
2015 - 7.792.025
2016 -  8.627.371
2017 - 6.731.300
2018 - 5.513.712
2019 - 5.095.308

Apesar da queda dos inscritos, o Ministério da Educação (MEC) afirma que o número está mais perto ao de participantes que realmente fazem a prova, que são cerca de 4,2 milhões. "Isso confirma o sucesso das mudanças adotadas pelo Ministério da Educação e pelo Inep desde 2016 para promover a inscrição consciente e evitar abstenções e desperdício da verba pública", afirmou o ministro Abraham Weintraub.

O Enem 2018 teve o menor índice de ausentes desde a mudança no formato do exame, em 2009. No ano passado, 26% dos inscritos confirmados faltaram às provas, contra quase 30% no Enem 2017. Mesmo assim, houve um prejuízo de R$ 121 milhões com os faltantes.

[publicidade_omnia]

Provas

As provas do Enem 2019 serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. O cartão de confirmação com os locais de prova será divulgado em outubro, ainda sem data definida. Veja a divisão dos dias de provas:

Primeiro dia (03/11): Os participantes terão 5h30 para responder 45 questões objetivas de Ciências Humanas, 45 de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e elaborar uma redação.

Segundo dia (10/11): Os participantes terão 5h para responder 45 questões de Matemática e suas Tecnologias e 45 de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

O gabarito oficial para fins pedagógicos será publicado no dia 13 de novembro. Já o resultado do Enem 2019 está previsto para janeiro de 2020.

Como estudar para o Enem 2019

As provas do Enem têm conteúdo amplo e trabalham a interdisciplinaridade e contextualização em suas áreas de conhecimento. Além disso, o exame também exige temas relacionados a atualidades. Para entender bem o que é exigido na prova, as regras e características de aplicação do exame o candidato deve consultar a Matriz de Referência do Enem.

Os estudantes que estão se preparando para as provas do Enem 2019 também podem acompanhar o Aulão gratuito do Brasil Escola que será realizado ao vivo no dia 16 de junho, a partir das 9h. O evento será transmitido pelo YouTube, clique aqui para acompanhar.

Mais informações no Site do Enem, Edital do Enem 2019 ou na nossa Página Especial do Enem 2019.


Fonte: Brasil Escola - https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/enem/mec-divulga-inscricoes-confirmadas-enem-2019/345420.html