Topo
pesquisar
Em 11/10/2016 12h39, atualizado em 11/10/2016 13h50

Odontólogo (dentista)

Vida Profissional

Doutor Iury Castro passou por diversas áreas da odontologia e hoje coordena o curso na FASAM, em Goiãnia Por Equipe Brasil Escola
Doutor Iury Castro é coordenador do curso de Odontologia da FASAM
Doutor Iury Castro é coordenador do curso de Odontologia da FASAM
PUBLICIDADE

“A odontologia é uma profissão singular, exige dos que a ela se dedicam o senso estético de uma artista, a destreza manual de um cirurgião, os conhecimentos científicos de um médico e a paciência de um monge”. Apesar de existir uma polêmica sobre a autoria dessa frase entre o Prof. Mário Magalhães Chaves e o Papa Pio XII, a proposição é, de fato, muito adequada para definir a Odontologia. Acrescentaria ainda, dentro de um contexto atual, que o cirurgião dentista, assim chamado após registro no seu conselho, precisa buscar novos conhecimentos, principalmente no que se refere à gestão, inovação e empreendedorismo.

Desde o Ensino Médio, percebi que tinha predileção pelas Ciências Biológicas. Filho de dentista e sempre em contato com o ambiente odontológico, ficou fácil escolher a minha profissão. Lembro-me que a preocupação não era qual curso escolher, mas onde cursá-lo. Procurei saber sobre a estrutura curricular, professores e métodos de ensino de várias faculdades até optar por uma que me atendesse.

Ao longo da minha vida profissional, trabalhei no setor público como dentista da família no Programa Saúde da Família (PSF) e também como ortodontista em Centro de Especialidade Odontológica (CEO), ambos locais importantíssimos para entender o funcionamento da Odontologia dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). Assumi, logo que terminei a graduação, a Clínica da Família, portanto, além de atuar como ortodontista, reservava parte de meu tempo para cuidar da gestão da clínica. Este cenário me levou a fazer um Master Business Administration (MBA) em gestão empresarial e também investi na formação docente. Após um mestrado em Clínica Odontológica e um doutorado em Ciências da Saúde, assumi a coordenação do curso de odontologia da Fasam – Faculdade Sul-Americana.

Especialidades e carreira - A graduação em Odontologia é realizada em cinco anos e o aluno tem contato com laboratórios ainda no primeiro ano do curso. Ao final do quarto período, ele já estará apto a realizar estágios supervisionados e atendimentos nas clínicas-escola: esse é o momento em que toda a bagagem teórico-laboratorial adquirida no ciclo de disciplinas básicas (anatomia, fisiologia, histologia, bioquímica, microbiologia, farmacologia, imunologia, etc.) será aplicada. A ação se configura em uma oportunidade de desenvolver as competências de relações interpessoais e, por isso, é necessário adotar uma postura ética, crítica reflexiva e sensível às queixas dos pacientes.

O aluno de Odontologia tem a possibilidade de escolher entre 23 especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) e algumas práticas integrativas e complementares à saúde bucal que necessitam de habilitações como acupuntura, fitoterapia, terapia floral, hipnose, homeopatia e laser terapia. Algumas especialidades visam à prevenção, manutenção e reabilitação da saúde bucal (odontopediatria, periodontia, endodontia, dentística e próteses). Há também especialidades com foco em diagnóstico de doenças bucais (radiologia e patologia), além das que têm como objetivo corrigir e tratar distúrbios relacionados à oclusão (ortodontia, ortopedia e oclusão). Elas, muitas vezes, são preferidas para atuação em clínicas particulares ou CEOs do SUS, podendo assim, pleitear vagas por meio de concurso público.

Há, ainda, outras opções de atuação, como a Odontologia em saúde coletiva, que é importantíssima para preparar o cirurgião dentista para atuação com grupos populacionais e programas governamentais como o Programa Saúde da Família, que também requer contrato público. Existem também especialidades como Odontologia do Trabalho e Odontologia Legal que têm algumas especificidades: a primeira está associada à atividade laboral com devida preservação da saúde bucal do trabalhador e a segunda auxilia a medicina legal com vistas à avaliação de contratos, identificação de pessoas e investigações criminais.

Como se pode notar, o campo de atuação do odontólogo é amplo. Por isso, ao estudante que pretende ingressar na faculdade de odontologia, minha dica é que não deixe de visitá-la antes da avaliação para ingresso. Saiba quem são os professores, visitem a estrutura física, converse com o coordenador do curso sobre a estrutura curricular, estágios e métodos de ensino. Tenho certeza que após essa análise, a escolha será a mais acertada.

Doutor Iury Oliveira CastroÉ coordenador do curso de Odontologia da Fasam, graduado em Odontologia pela Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), especialista em Ortodontia pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Clínica Odontológica pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Doutor em Ciências da Saúde pela UFG. 

  • Relacionados
Larissa Ferreira de Souza é farmacêutica
Vida Profissional
Farmacêutico
Enfermeira e professora Ana Cristina da S. Oliveira
Vida Profissional
Enfermeira
Fernanda Pádua é especialista em Diagnóstico por Imagens
Vida Profissional
Médico-Veterinário
Os profissionais que ser formam em odontologia são os responsáveis pela promoção da saúde bucal.
Guia de Profissões
Odontologia
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola