Topo
pesquisar
Em 31/05/2017 14h49, atualizado em 31/05/2017 14h49

Unicamp deverá aderir às cotas a partir do Vestibular 2019

Notícias

Proposta de implementação das ações afirmativas étnicos-raciais foi aprovada ontem (30) Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aprovou na tarde de ontem, 30 de maio, a proposta de implementação de cotas étnico-raciais já no Vestibular 2019. A reserva de vagas será estudada e, em novembro, sairá o resultado que informará se haverá adoção ou não desta ação afirmativa. 

Leia mais: Entenda a Lei de Cotas

A proposta aprovada pelo Conselho Universitário (Consu) prevê que 50% das vagas oferecidas na Unicamp sejam para estudantes de escolas públicas. Dentro deste percentual, haverá uma quantidade reservada aos negros, pardos e indígenas, levando em consideração os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no estado de São Paulo. 

De acordo com o Consu, a adoção das cotas será gradativa, contando com critérios adicionais. O Conselho pretende aprimorar o Programa de Ação Afirmativa (PAAIS), que concede bônus aos estudantes de escolas públicas, além do Programa de Formação Interdisciplinar Superior (Profis), iniciativa que garante vaga na Unicamp para um estudante de cada escola pública de Campinas, usando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

A Unicamp estuda maneiras, ainda, de garantir a permanência do estudante de baixa renda na universidade, dando o apoio necessário para evitar a evasão destes cotistas.

Enem e SiSU

A reunião do Consu da Unicamp também levantou a possibilidade de adoção parcial ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU), possibilitando o uso do Enem para ingresso em parte das vagas oferecidas pela instituição. As demais continuarão sendo preenchidas pelo Vestibular Tradicional. 

O Enem já é utilizado atualmente, mas a sua finalidade é compor parte da prova objetiva do Vestibular. Com a adoção ao SiSU, ele ganha dimensão e vira porta de entrada definitiva para seus participantes. 

PAAIS 

O Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social (PAAIS) é um programa de bonificação do Vestibular para candidatos de escolas públicas. 

Na primeira fase, o acréscimo do PAAIS é de 60 pontos para oriundos da rede pública, sendo que negros, pardos e indígenas contam com um aumento extra de 20 na nota. 

O participante que optou pelo uso do PAAIS e for classificado para a segunda fase do Vestibular, ganhará um bônus de 90 pontos na redação e 90 nas perguntas discursivas. Autodeclarados negros, pardos ou indígenas têm um acréscimo de mais 30. 

Unicamp 2018

O Vestibular da Unicamp 2018 permanece no mesmo modelo dos anteriores, contando apenas com o PAAIS e Profis como ações afirmativas. 

As inscrições para o Vestibular 2018 serão recebidas de 31 de julho até 31 de agosto. As provas da primeira fase serão aplicadas em 19 de novembro, enquanto a segunda etapa é esperada para o período entre 14 e 16 de janeiro de 2018. 

Mais informações no site da Unicamp

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola