Topo
pesquisar
Em 10/04/2017 16h34, atualizado em 10/04/2017 16h43

UFU cria comissão para evitar fraudes de candidatos cotistas

Notícias

Candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas passarão por entrevistas com a equipe. Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

Candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas que concorrem às vagas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) contarão com uma novidade este ano: a criação de uma comissão técnica para entrevistar os concorrentes e evitar fraudes no uso das cotas

Leia também: Fraudes expõem falhas no sistema de cotas racial

A comissão técnica será composta por professores, técnicos e estudantes que tenham conhecimento e envolvimento em pesquisas sobre questões étnicas. As entrevistas serão usadas para avaliar o candidato a partir do fenótipo, ou seja, levará em consideração características predominantes como cor de pele, formato do rosto e textura do cabelo. 

O objetivo da confirmação da autodeclaração é evitar fraudes e garantir as vagas para os cotistas que realmente têm direito. As mudanças estão descritas no edital complementar que foi publicado na última semana. 

A comissão técnica entrevistará os candidatos que fizerem o Vestibular tradicional e também que participarem do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). 

Mais informações no site da UFU

BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola