7 atualidades para o Enem 2017 e vestibular

Além das disciplinas tradicionais do ensino médio, é importante que os estudantes conheçam bem alguns temas atuais.

Estar atento ao que acontece no mundo é fundamental para aqueles que desejam ter sucesso nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Por isso, além dos livros, os noticiários nacional e internacional podem ser companheiros de estudos na preparação para o exame do MEC e para os principais vestibulares.

O conhecimento sobre os principais temas da atualidade pode ser o segredo de uma redação nota 1.000, além de facilitar na resolução das provas de humanidades e outras questões interdisciplinares. Pensando nisso, o Brasil Escola, com a ajuda do Professor Leandro Vieira, da Escola Dínamis, listou 7 atualidades para o Enem 2017 e vestibular.

As propostas temáticas relacionadas pelo professor mostram o cenário atual brasileiro e também um contexto global, no qual o país está direta ou indiretamente inserido. Confira os temas e a justificativa para cada um deles.

1. Refugiados

O contexto atual na Europa, gerado pela guerra civil na Síria, pode influenciar algumas questões nas provas. Além disso, a política de restrição de imigrantes adotada pelo governo Trump nos Estados Unidos é outra vertente da Crise de Refugiados que pode ser abordada nas provas. Para o Professor Leandro “o vestibulando deve observar possíveis soluções para a crise de refugiados na Europa e também as consequências nos discursos presentes ao redor do planeta”.

2. Cotas

A distribuição de vagas em universidade por meio de cotas é polêmica e pode render questões no Enem.

O permanente debate sobre implantação de cotas sociais e raciais nas instituições públicas de educação superior é uma possibilidade de questionamento e até mesmo de redação nos principais processos seletivos, inclusive no Enem. 

Neste ano, o assunto ganhou novo fôlego pois, pela primeira vez, o Vestibular da USP vai adotar o sistema de reserva de vagas, levando em consideração critérios sociais e de raça.

Diante disso, a dica do Professor é que os alunos estejam atentos ao desenrolar deste processo em outras universidades do país e se inteirar das políticas afirmativas das minorias sociais. Aqui no Brasil Escola, temos um canal dedicado ao assunto cotas.

3. Acordo de Paris

Desde que assumiu o governo de uma das principais economias do mundo, Donald Trump já levantou diversas polêmicas que podem ser tema de uma das questões do Enem e dos principais vestibulares. Entre elas, a saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris, demonstrando um posicionamento contrário ao debatido em grande parte do mundo.

Além de conhecer as decisões do Acordo de Paris, é importante que o vestibulando esteja em alerta sobre as repercussões desse tema, observando as posturas dos demais países sobre o debate ambiental.

4. Reforma Trabalhista/Previdenciária e Greves Gerais

Os impactos da Reforma Trabalhista também podem ser tema de questões no Enem.

As propostas de Reformas Trabalhistas e Previdenciária, apresentadas pelo governo federal, por si só já envolveriam grandes questionamentos que podem constar nas provas. Aliado a isso, a reação popular, por meio dos movimentos sociais, é um tema recorrente no Enem e pode motivar ainda outras áreas do exame.

Não basta apenas dominar os itens das reformas, o estudante deve conhecer as legislações anteriores e ser capaz de fazer uma relação entre elas.

5. 500 anos da Reforma Protestante

Os impactos gerados pela Reforma Protestante, sucedida no século XVI, podem ser a base para questões históricas, mas também atuais, se relacionadas com a intolerância religiosa, que já foi tema de redação do Enem. Outro cenário sujeito de abordagem dentro deste assunto é alteração do quantitativo de evangélicos no Brasil.

6. Mobilidade Urbana

 mobilidade urbana
Redação do Enem pode pedir propostas para os problemas de mobilidade urbana das capitais.

A realização de grandes eventos no Brasil nos últimos anos, como a Copa do Mundo de Futebol e os Jogos Olímpicos, expôs nossa deficiência em relação à mobilidade urbana nas grandes cidades. 

Mas não apenas o contexto brasileiro deve ser abordado, as grandes cidades ao redor do mundo também passam por um intenso desafio de buscar soluções para o ir e vir de seus habitantes. É importante que o aluno fique atento aos processos que vêm ocorrendo em cidades de diversos países.

7. Liberdade de expressão: o limite sobre o que pode ser dito

A democratização da internet como ferramenta de informação é outro assunto que deve estar entre os temas estudados para o Enem. É essencial que o aluno esteja atento ao desenrolar das políticas públicas de censura ou de controle da informação, e saiba diferenciar discurso de ódio de liberdade de expressão.

Para o Professor Leandro “o Brasil transpassa essa temática, principalmente em relação à fala de humoristas famosos, como Danilo Gentili e Rafinha Bastos, que são constantemente processados, inclusive, em relação a discursos sobre políticos e parlamentares”. Deste modo, é primordial que o candidato esteja atento ao desenrolar das principais ações.

Veja mais: Como controlar a ansiedade antes do Enem


Fonte: Brasil Escola - http://vestibular.brasilescola.uol.com.br/atualidades/7-atualidades-para-enem-2017-vestibular.htm