gameofarcade.com seo statistics
Topo
pesquisar
Em 03/12/2007 11h10, atualizado em 10/08/2016 09h54

Engenharia de Telecomunicações

Guia de Profissões

Por Camila Mitye
Tecnologias de transmissão de dados e sinais: ferramenta de trabalho desse engenheiro
Tecnologias de transmissão de dados e sinais: ferramenta de trabalho desse engenheiro
PUBLICIDADE

Entre as várias áreas da Engenharia, a de Telecomunicações talvez seja a que tenha competências e habilidades mais amplas. Isso porque o mercado de telecomunicações cresce a olhos vistos e chama atenção para a importância de profissionais capacitados na área.

O engenheiro de telecomunicações trabalha com planejamento, projeto, implantação, operação e manutenção de sistemas e também equipamentos de telecomunicação, o que significa que ele participa de todo o processo.

Áreas de atuação

Para encarar os 5 anos de curso, é necessário o interesse pelas Ciências Exatas e também pelas tecnologias de comunicação e informação. O profissional de telecomunicações pode trabalhar ainda em duas áreas mais específicas: A de Sistemas de Transporte (projeto, composição e aplicabilidade dos sistemas de transmissão de informações) ou a de Redes de Serviços (sistemas telefônicos, redes de transmissão de dados e redes integradas de serviço).

Dentro dessas áreas, eis algumas das competências do engenheiro de telecomunicações:
- Avaliação da viabilidade econômica de projetos;
- Desenvolvimento de novas técnicas e ferramentas e suas utilizações;
- Planejamento, supervisão, concepção, elaboração e coordenação de projetos de engenharia da área;
- Difusão de programas de rádio e televisão;
- Desenvolvimento de sistemas telefônicos, telemática e redes de telecomunicações por cabo, fibra óptica e rádio;
- Criação de tecnologias de videoconferências e transmissão de dados.
Esse profissional atua, além disso, na inovação e no aperfeiçoamento dos sistemas de telecomunicação existentes. Para tanto, é necessário que ele conheça o que há de mais moderno no mercado, para aplicar de maneira eficiente e correta em sua área de atuação.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o engenheiro de telecomunicações está bastante aquecido e oferece salário médio de R$ 6,5 mil. Com o advento da TV Digital no Brasil a procura por egressos desse curso aumentou bastante. Outro ramo que pede por profissionais capazes é o de Telefonia Móvel e Fixa, que está em constante atualização de suas tecnologias.

O engenheiro de telecomunicações pode optar também por trabalhar na área de pesquisa acadêmica (fazendo especialização e mestrado) ou no Serviço Público. A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações – costuma abrir vagas por meio de concursos públicos para engenheiros de telecomunicações.

O Curso

Durante o curso, o estudante cursará disciplinas básicas de exatas e as específicas da área, como princípios de comunicação, sistemas operacionais, técnicas digitais, eletrônica, telefonia, entre outras.

Duração média: 5 anos.

Instituições de Ensino

Algumas das principais universidades do país que oferecem o curso de Engenharia de Telecomunicações são:

Região Sudeste
Espírito Santo: FAESA (Vitória)
São Paulo: FEI (São Bernardo do Campo); Unitau (Taubaté), Uniban (Osasco), UniSantos; UNIFIEO, Unicamp;
Minas Gerais: UFJF (Ouro Branco); UFSJ; PUC-Minas (BH); Uni-BH; FUMEC; FINON (Paracatu); CES/JF (Juiz de Fora); FACTHUS (Uberaba)
Rio de Janeiro: Cefet-RJ; UFF; Estácio; UCP

Região Norte
Amazonas: Ceulm-Ulbra; CESF (Manaus); UniNorte (Manaus)

Região Nordeste
Bahia: UniBahia (Lauro de Freitas)
Ceará: IFCE; UniFor
Pernambuco: UPE; Fac. Maurício de Nassau (Recife).

Região Centro-Oeste
Distrito Federal: UnB (Brasília).
Goiás: ALFA (Goiânia)

Região Sul
Paraná:
Rio Grande do Sul: Unilasalle-RS (Canoas).
Santa Catarina: FURB (Blumenau), IFSC.

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola