Topo
pesquisar
Em 05/12/2007 12h23, atualizado em 07/11/2017 13h57

Agronomia

Guia de Profissões

Por Lorraine Vilela Campos
Engenheiro agrônomo utiliza a tecnologia no controle e execução de seu trabalho
Engenheiro agrônomo utiliza a tecnologia no controle e execução de seu trabalho
PUBLICIDADE

O destaque de alguns cursos superiores nas últimas décadas está relacionado com o potencial econômico da profissão. Com a Agronomia, ou Engenharia Agronômica, não é diferente. Responsável por grande parte da economia do Brasil, o agronegócio necessita de profissionais especializados para a atuação no mercado de trabalho. 

A agricultura é algo presente por séculos nas atividades do ser humano. No entanto, a necessidade de gerenciamento do cultivo agrícola e o conhecimento de questões relativas ao manejo do solo levaram o homem a profissionalizar a prática. 

No Brasil, a necessidade de mão de obra qualificada levou à criação do Imperial Instituto Baiano de Agricultura, em 1859. No entanto, o primeiro curso de Agronomia só surgiu em 1875, na cidade de Lages/BA, tendo a escola se integrado a atual Universidade Federal da Bahia (UFBA). As escolas de Agronomia foram regulamentadas em 20 de outubro de 1910. Já a profissão de Engenheiro Agrônomo só foi reconhecida em 12 de outubro de 1933. 

O curso

O curso de Agronomia, também encontrado com os nomes de Engenharia Agronômica ou Ciências Agrárias, é um bacharelado com duração média de cinco anos. A graduação é responsável pela formação dos Engenheiros Agrônomos. 

O estudante de Agronomia precisa ter maior facilidade com disciplinas das áreas de Exatas e Biológicas, já que a base do curso envolve conhecimentos que estão inclusos na Biologia, na Química, na Física e na Matemática. 

Além disso, o estudante terá grande parte da sua grade formada pelas matérias específicas, tais como:

- Administração Rural
- Agricultura
- Anatomia Vegetal
- Anatomia Animal
- Genética
- Manejo do Solo
- Geoprocessamento
- Políticas de Desenvolvimento Rural
- Introdução à Computação
- Cálculo
- Topografia

O curso de Agronomia possibilita ao estudante aulas práticas, em contato com a terra e animais, por exemplo. Então, o futuro engenheiro agrônomo não pode ter medo de colocar a mão na massa. 

Mercado de Trabalho

O Agronegócio é muito importante para a economia brasileira. O ramo agropecuário representa uma parte significativa do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Em 2017, por exemplo, o setor foi responsável pelo crescimento de 5,8%, ao contrário dos setores de serviços e indústria, os quais apresentaram estagnação ou queda nos últimos anos.

O mercado para o engenheiro agrônomo é amplo e crescente. Além da sua atuação em grandes fazendas que produzem hortaliças, grãos e outros, há a possibilidade de trabalhar em indústrias que utilizam a produção de agricultores como matéria-prima para seus produtos (como as indústrias de enlatados e de extração da soja); consultoria para outros profissionais; atuação em instituições como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) etc. 

O salário do engenheiro agrônomo varia conforme seu cargo, área de atuação (pública ou privada) e especialização. A média salarial do profissional da Agronomia é de quase R$ 5 mil, segundo a Agência Catho. 

Instituições de ensino

Região Sudeste
Minas Gerais: UFMG, UFU, UFV, UFLA, UFVJM, UFSJ, Unimontes, IFMG, IFNMG, IFSEMG, IF Sul de Minas.
Espírito Santo: UFES, IFES.
Rio de Janeiro: Uenf, UFRRJ
São Paulo: USP, UFSCar, UNESP, UniTau, FIO, UniCastelo.

Região Centro-Oeste
Distrito Federal:
UNB; FTB.
Goiás: UFG, UEG, IF Goiano, UniEvangélica.
Mato Grosso: UFMT, Unemat
Mato Grosso do Sul: UEMS, UFGD

Região Nordeste
Alagoas:
UFAL
Bahia: UFRB, UNEB, UESB, UESC, IF Baiano.
Ceará: UFC, IFCE.
Maranhão: UFMA, Uema
Paraíba: UFPB, UFCG.
Pernambuco: UFRPE
Piauí: UFPI, Uespi
Rio Grande do Norte: UFRN, Ufersa.
Sergipe: UFS

Região Sul
Paraná: UFPR, UTFPR, UFFS, UEM, UEL, Unioeste, UEPG, Unicentro, UENP, PUCPR.
Rio Grande do Sul: UFRGS, UFSM, UFPel, Unipampa, UFFS, IFRS, PUCRS.
Santa Catarina: UFSC, UDESC.

Região Norte
Acre: UFAC.
Amapá: IMMES
Amazonas: UFAM.
Pará: UFPA, UFRA, IFPA
Rondônia: UNIR.
Roraima: UFRR, UERR
Tocantins: UFT, Unitins, IFTO.

  • Relacionados
Auxiliar na implantação e gerenciamento do controle de qualidade é uma das funções do Técnico em Agricultura.
Guia de Profissões
Agricultura
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola