Topo
pesquisar
Em 04/12/2007 12h33, atualizado em 14/09/2016 10h48

Agronegócio

Guia de Profissões

Por Camila Mitye
PUBLICIDADE

O agronegócio brasileiro é responsável por 33% do PIB (Produto Interno Bruto), 42% das exportações e 37% dos empregos do país. Uma atividade que envolve tantos números positivos só poderia ser considerada o setor mais importante da economia do Brasil.

Esse setor envolve uma rede de outras atividades, que começam na produção de insumos e sementes, passam pelas fazendas, empresas de maquinários agrícolas e terminam nas indústrias, exportadoras e atacadistas.

O curso superior de Tecnologia em Agronegócio (ou Agropecuária e Agronegócio; Gestão de Agronegócios e Agroindústria, entre outros) forma profissionais capazes de administrar o caminho que a produção das empresas rurais faz desde a primeira até a última etapa. Ele é o “administrador rural”, a pessoa que faz o planejamento e o acompanhamento das atividades de uma propriedade rural (no âmbito dos negócios).

Para tanto, esse profissional tem de dominar técnicas do agrobusiness (o negócio da agricultura e da pecuária), estar atento às novas tecnologias do setor rural e, assim, aumentar a eficiência daquela empresa rural no mercado.

Atividades

Outras competências do tecnólogo em Agronegócio:
- Definição das necessidades da lavoura e dos rebanhos (insumos, serviços e alimentos);
- Análise e descoberta de novos mercados;
- Capacitação em economia, finanças, contabilidade, mercado, administração e aplicação de técnicas modernas de gerenciamento;
- Gerenciamento do trabalho dos demais funcionários da empresa rural;
- Identificação de alternativas de captação de recursos;
- Promoção do equilíbrio entre produtividade e preservação dos recursos naturais;
- Gerenciamento do beneficiamento, da logística e comercialização dos produtos rurais;
- Reconhecimento dos problemas da cadeia agroindustrial e procura de soluções (pensamento estratégico).

Mercado de Trabalho

O profissional em Agronegócio deve estar sempre preparado para a imprevisibilidade, pois lida em primeiro lugar com o poder da natureza de nos dar alimentos e sustento.

O mercado de trabalho para este tecnólogo é amplo e está aquecido. A economia da agricultura e da pecuária no Brasil só cresceu nos últimos anos aumentando assim as oportunidades de emprego em pequenas propriedades rurais que querem se modernizar, assim como as grandes fazendas e as indústrias e outras atividades que fazem parte da cadeia econômica do agrobusiness.

Um profissional da área tem salário méio de R$ 3.628.

O Curso

O curso tem em média 3 anos de duração e, além das disciplinas básicas de biologia, máquinas agrícolas, insumos, irrigação e drenagem, o estudante aprenderá também sobre administração, economia e noções de gestão.

Instituições

Região Sudeste
Espírito Santo: UNESC; FAESA
Minas Gerais: Unimontes; UNIPAM; Universo; UNIPAC; FAPAM; UniTri
Rio de Janeiro: Universo; USS
São Paulo: FATEC (Mococa, Mogi das Cruzes, Ourinhos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Taquaritinga, Jales e Itapetinga); UNIFRAN; UNOESTE

Região Nordeste
Bahia: Universo
Ceará: IFCE
Maranhão: FACEMA
Pernambuco: Universo

Região Norte
Pará: FCAT
Rondônia: FACIMED
Roraima: FAA
Tocantins: IFTO; FADES

Região Centro-Oeste
Goiás: IFGoiano; PUC-Goiás; Fesurv; Universo
Mato Grosso do Sul: UNIGRAN
Mato Grosso: UNIC; FAIS; UNIVAG

Região Sul
Paraná: UNIPAR; CESUMAR; UCP; FACNOPAR; FMD; FATEC-Ivai
Rio Grande do Sul: UFSM; Unipampa; IFFarroupilha; IFRS; UPF; URI; UNIJUI
Santa Catarina: UniSul; UNOESC

  • Relacionados
O Técnico em Agronegócios atua em propriedades particulares e também em empresas agrícolas.
Guia de Profissões Agronegócio
PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola