Topo
pesquisar
Em 22/01/2016 09h05, atualizado em 13/05/2016 15h01

Universidades da Nova Zelândia publicarão informações sobre empregabilidade de graduandos

Estudar no Exterior

Dados podem ajudar os estudantes internacionais a escolherem uma instituição que dê retorno Por Hotcourses Brasil
Mapa da Nova Zelândia
Mapa da Nova Zelândia
PUBLICIDADE

Um dos principais fatores que os estudantes procuram atualmente em uma universidade é que os ajudem a conseguir uma posição de sucesso no mercado de trabalho. Com isso em mente, o governo da Nova Zelândia criou uma nova iniciativa que obriga as universidades a publicarem o status de empregabilidade e salários iniciais de seus graduados, assim futuros estudantes, tanto neozelandeses quanto estrangeiros, terão acesso a mais informações para tomar decisões certeiras em relação à educação superior. 

Transparência

A decisão do Ministério de Educação Superior, segundo o site Master Studies, exigirá que todas as universidades, escolas politécnicas e outras instituições de ensino superior publiquem as informações sobre o sucesso profissional dos estudantes formados por elas e também a média salarial deles de acordo com a área de estudo.

Apesar de ser uma mudança positiva, as autoridades acadêmicas da Nova Zelândia advertem que a eventual divulgação deste material deve levar em consideração as diferenças entre os provedores de educação para representar os dados com maior precisão. O governo ainda estuda um mecanismo de divulgação destas informações.

Os benefícios para os estudantes e as universidades

Estudar no exterior exige uma despesa significativa, portanto, é natural que os estudantes procurem por uma instituição que valorize o seu dinheiro e represente um retorno ao investimento feito na educação. A mudança permitirá que analisem o ROI (“return on investiment”, ou retorno sobre investimento) ao escolher entre universidades e cursos. Portanto, se a sua intenção é estudar na Nova Zelândia, antes de tomar a sua decisão definitiva, poderá analisar o quanto os estudantes formados pelas universidades recebem e quanto tempo eles levaram para conseguir um primeiro emprego após a graduação.

As universidades também se beneficiarão ao identificar de uma forma mais direta quais de suas áreas acadêmicas estão atendendo às necessidades de empregadores – consequentemente, às necessidades dos estudantes também – e quais áreas precisam melhorar.

Na era em que a transparência é a palavra-chave para uma variedade de empresas e negócios, a sua presença no meio acadêmico se faz necessária, principalmente quando significa um avanço para as universidades, estudantes e todo o sistema educacional.

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola