Topo
pesquisar
Em 05/03/2013 14h52

Times Higher Education: as melhores universidades do mundo por reputação de 2013

Estudar no Exterior

Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Se o seu sonho é estudar no exterior em uma das melhores universidades do mundo, então estas informações poderão lhe ajudar na sua escolha. A revista britânica de educação superior Times Higher Education publicou a versão 2013 do seu famoso ranking das melhores instituições do mundo baseado na reputação internacional. Segundo uma pesquisa realizada pela agência IDP de recrutamento de estudantes estrangeiros, a reputação da universidade e sua posição em um ranking acadêmico são os fatores mais considerados pelos alunos internacionais na hora de escolher o seu destino de estudo – mais até do que o preço e o conteúdo do curso.

Na versão 2013 do World Reputation Ranking, os seis primeiros colocados são as mesmas instituições da versão anterior, trocando poucas posições apenas entre elas. Representados apenas por Estados Unidos e Reino Unido, as instituições no topo da lista são Harvard University, Massachusetts Institute of Technology (MIT), University of Cambridge, University of Oxford, University of California – Berkeley, e Stanford University.

As universidades dos Estados Unidos continuam reinando quando o assunto é reputação acadêmica em ensino e pesquisa, com 43 instituições entre as top 100 (quase metade da lista!) – apesar de perder uma universidade entre as melhores a cada ano: em 2012, tinha 44, e em 2011, 45.  O Reino Unido ainda aparece em segundo lugar com nove universidades, mas o seu declive é maior que o americano: em 2011, era representado por 12 instituições no top 100.

Isto indica o avanço acadêmico de outros países, que ano após ano crescem, são reconhecidas internacionalmente, e conquistam um desempenho melhor nos rankings da Times Higher Education. A principal história de sucesso de 2013 é a da Austrália. Além de aparecer com duas instituições a mais nesta versão, totalizando seis entre as 100 melhores, as outras quatro que já constavam na lista melhoraram o desempenho este ano. O resultado australiano ultrapassou Japão e Holanda, que conquistaram quarto lugar, juntamente com a Alemanha, com cinco instituições cada. Em quinto, está França representada por quatro universidades.

Conheça as 10 melhores instituições do mundo por reputação:

1) Harvard University (EUA)
2) Massachusetts Institute of Technology (EUA)
3) University of Cambridge (Reino Unido)
4) University of Oxford (Reino Unido)
5) University of California, Berkeley (EUA)
6) Stanford University (EUA)
7) Princeton University (EUA)
8) University of California, Los Angeles (EUA)
9) University of Tokyo (Japão)
10) Yale University (EUA)

Curiosidades sobre o World Reputation Ranking 2013:

•    20 países estão representados entre as 100 melhores instituições, inclusive o Brasil. A Universidade de São Paulo (USP) está na faixa das 61-70 melhores.
•    Já o top 20 traz instituições de apenas cinco países: Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Canadá e Suíça.
•    O Oriente Médio está representado por uma instituição de Israel e uma da Turquia.
•    Além do Brasil, os países do BRIC Rússia e China aparecem no top 100; a Índia, no entanto, ficou de fora este ano.
•    Seis países possuem apenas uma instituição no ranking: Brasil, Taiwan, Bélgica, Israel, Rússia e Turquia.
•    A Irlanda não conquistou nenhuma posição.

O Ranking e a Times Higher Education

A Times Higher Education (THE) é a mais forte fonte mundial sobre educação superior. Os World Reputation Rakings são parte do portfólio do sistema de rankings universitários que consagrou a THE como o mais respeitado e citado provedor de informações e dados de comparação entre universidades. Os rankings de reputação são feitos por acadêmicos convidados pela Ipsos MediaCT, para a Thompson Reuters, a pedido da Times Higher Education.

Os convidados em todas as partes do mundo devem responder uma pesquisa de opinião, que resultará na lista das melhores universidades do mundo. Desde 2011, o ano da primeira versão do World Reputation, até a versão mais atual, a pesquisa contou com a participação de 48 mil convidados de 150 países. Os resultados de 2013 têm como base 16.639 respostas de acadêmicos influentes e com trabalhos publicados internacionalmente.

A pesquisa é disponibilizada em nove línguas e permite apenas a participação de acadêmicos convidados pela própria agência realizadora da pesquisa. Proíbe a participação de voluntários ou membros sugeridos pelas instituições para evitar respostas tendenciosas. Todos os convidados devem nomear até 15 universidades que eles consideram ser as melhores em suas áreas de especialização, com base em suas próprias experiências e conhecimentos.

Na versão 2013, 39% das respostas vieram das Américas, 26% da Europa, 25% da Ásia-Pacífico, e 12% do Oriente Médio, África do Norte e Ásia Central. Já em relação às especializações dos convidados, 18% eram da área das ciências físicas; 21,3% da engenharia e tecnologia; 22,1% das ciências sociais; 15,4% de matérias clínicas; 12,7% de ciências biológicas; e 10,5% de artes e humanas.

Quer estudar no exterior?

Pesquise cursos nas melhores universidades internacionais pelo Hotcourses Brasil.

Por Brenda Bellani

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola