Topo
pesquisar
Em 28/03/2012 15h18, atualizado em 28/03/2012 16h24

Razões para optar por um curso de inglês no exterior

Estudar no Exterior

Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

O inglês não é só mais um diferencial no currículo. Ter fluência no idioma é uma obrigação para quem almeja crescer profissionalmente em inúmeras áreas! O que não falta são cursos de diferentes métodos e duração para os interessados em dominar o idioma. A mais rápida e mais completa forma de aperfeiçoar o inglês, no entanto, é estudando no exterior, em um país onde o idioma é a língua nativa. Para comprovar, listamos seis razões para optar por um curso de inglês no exterior:

A prática diária e rotineira do idioma. No exterior, você não tem escolha a não ser falar inglês todos os dias. A prática do idioma se tornará algo natural e necessária durante a sua estadia. “Nós vivenciamos a língua inteiramente, não só a gramática, mas a conversação em si, e somos obrigados a nos esforçar mais para poder viver e se relacionar com as pessoas do local”, explica a goiana Juliana Morais, que completou um curso de Inglês Como Segunda Língua (ESL – English as a Second Language) no estado da Virginia, EUA. A paulista Ana Paula Franciono, que também estudou nos EUA, completa: “A maior vantagem é o de aprender na marra mesmo, ainda mais em casos como o meu, que não falava nada antes de viajar”.

Diversidade de cursos em duração, preço, localização e especialização. As escolas de idioma no exterior oferecem opções de cursos que atendem a qualquer demanda. Você pode escolher entre diferentes países, ou entre cidades do mesmo país; cursos de um até vários meses de duração; pode frequentar aulas gerais de inglês, ou optar por especializar-se em escrita, conversação, negócios, preparação para exames (como IELTS ou TOEFL), etc.

Adquirir vocabulário com situações do dia-a-dia. Esta é a razão pela qual estudar inglês no exterior é a mais rápida experiência de aprendizado. É muito mais fácil memorizar palavras novas quando se faz necessário utilizá-las com frequência. O vocabulário que levaria semanas para ser lecionado em um curso no Brasil, pode ser adquirido dentro e fora de casa em situações comuns do dia-a-dia. “Outra vantagem é viver a experiência de ir a um mercado, café, loja e ter que falar inglês. Ver os anúncios em inglês, as placas e tudo mais”, conta Franciono.

Conviver com nativos de língua inglesa. Já esta é a razão pela qual estudar inglês no exterior é a mais completa experiência de aprendizado. Você aprende o idioma da forma que ele é realmente usado por nativos, em conversas e situações reais. “Além do vocabulário, também aprendemos expressões e gírias que jamais aprenderíamos se só estudássemos no Brasil”, afirma Juliana Morais.

Criar amizades com pessoas que falam diferentes línguas. Com esta experiência, você faz amizade com estudantes do mundo todo, com os quais conviverá dentro e fora da sala de aula. E como cada um tem a sua língua nativa, o inglês vai ser a única forma de comunicação. Manter o contato após o término do curso é, também, uma ótima maneira de continuar treinando o idioma quando tiverem voltado para os seus países de origem.

A experiência no exterior valoriza o currículo. Além de firmar sua fluência no inglês, você poderá acrescentar em seu currículo uma experiência internacional, que é extremamente valorizada por empregadores de inúmeras áreas.

Por Brenda Bellani

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola