Topo
pesquisar
Em 10/09/2015 14h03

Pesquisa do HSBC mostra o que brasileiros acham sobre estudar no exterior

Estudar no Exterior

Por Hotcourses Brasil
Pais precisam planejar com antecedência os estudos de seus filhos
Pais precisam planejar com antecedência os estudos de seus filhos
PUBLICIDADE

Mais de três quartos dos pais do mundo inteiro considerariam mandar os filhos para estudar em uma universidade no exterior, mas muitos subestimam o valor dos estudos. O custo real excede de longe a quantia que eles estariam dispostos a pagar. É o que informa a pesquisa “Value of Education” (em português, Valor da Educação) feita pelo HSBC, sugerindo que muitos pais precisam começar o planejamento da educação de seus filhos com mais antecedência para diminuir a distância entre suas expectativas e a realidade. 

A pesquisa identificou que os Estados Unidos são considerados o destino de estudo internacional mais respeitado e com a melhor educação superior entre os entrevistados em países como China, Canadá, Reino Unido e França. No entanto, eles são também um dos lugares mais caros para os estudantes estrangeiros, com um custo médio de US$ 165.000 para uma graduação de quatro anos, incluindo curso e custo de vida.

Para se ter ideia de como este valor ultrapassa as expectativas dos pais entrevistados: os pais britânicos disseram-se dispostos a pagar 18 por cento a mais do que pagariam pela educação no Reino Unido; mas, na verdade, para que eles mandassem os seus filhos para os Estados Unidos, teriam de desembolsar 75 por cento a mais.

O Reino Unido, por sua vez, é o segundo lugar do mundo mais respeitado pelos participantes (38%), segundo a pesquisa, seguido pela Alemanha (27%), Austrália (25%) e Japão (25%). Em países não nativos no inglês, a maioria dos pais - entre eles, 76 por cento dos participantes brasileiros – vê a proficiência no idioma estrangeiro como o benefício principal dos estudos no exterior.

Brasil

Setenta e seis também é a porcentagem dos brasileiros que considerariam enviar os seus filhos a uma universidade no exterior e 71 por cento aceitaria pagar mais do que a quantia necessária para educar os filhos no Brasil. Apenas seis por cento dos brasileiros consideram a educação no país melhor do que em qualquer outro lugar do mundo (essa é a pior porcentagem entre os 16 países participantes). Os destinos de estudo internacionais mais respeitados entre os brasileiros são os Estados Unidos, o Japão e o Canadá.

Veja outros números sobre os pais brasileiros:
-56% acreditam que a geração dos filhos tem mais oportunidades para estudar no exterior;
-55% acreditam que é importante viver no exterior e conhecer diferentes culturas;
-76% consideram enviar os filhos para estudar uma graduação ou pós-graduação no exterior;
-37% gostariam de enviar os filhos para estudar no exterior, mas não podem arcar com as despesas;
-22% não querem que os filhos fiquem longe de casa;
-34% pagariam pelo menos um quarto a mais pela educação internacional em relação à brasileira; 11% pagariam pelo menos metade do valor a mais.

O “Valor da Educação” é uma pesquisa do consumidor realizada pela HSBC com, 5.550 pais de 16 países – 347 eram brasileiros. 

PUBLICIDADE
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola