Topo
pesquisar
Em 16/06/2017 07h14

Nova pesquisa internacional identifica o que os brasileiros mais querem estudar no exterior

Estudar no Exterior

Estudantes estão interessados em cursar graduações (35%) e pós-graduações (34%) no exterior, seguido de cursos de inglês EFL e ESL (23%) Por Hotcourses Brasil
PUBLICIDADE

Uma nova pesquisa internacional foi realizada pelo Hotcourses Group para identificar o que os estudantes do mundo inteiro procuram quando pesquisam por cursos no exterior – qualificação, área de estudo, recursos, contato com as universidades, entre outros fatores. Realizada em abril, além dos fatores gerais, a pesquisa também tinha intuito de medir o impacto do resultado das eleições norte-americanas na comunidade de estudantes internacionais três meses após Donald Trump assumir a presidência dos Estados Unidos. Os estudantes ainda consideram o país como destino de estudo? Por quê? O que mais os preocupa?

A Hotcourses Group International Survey foi traduzida para dez idiomas diferentes e realizada com 2.363 usuários do Hotcourses Group de 11 mercados internacionais, inclusive o brasileiro. Os respondentes eram do Oriente Médio, Paquistão, Tailândia, Rússia, Vietnã, Indonésia, América Latina, Turquia, Nigéria, Gana, Malásia, Coreia do Sul, China e Brasil.

A pesquisa identificou que os estudantes estão interessados em cursar graduações (35%) e pós-graduações (34%) no exterior, seguido de cursos de inglês EFL e ESL (23%). As áreas de estudo mais procuradas são as de Negócios e Gestão (29%), Saúde e Medicina, e Turismo (ambas com 22%).

Sessenta e seis por cento dos respondentes disseram usar os mecanismos de busca na web como o principal recurso de pesquisa e informação sobre universidades no exterior; em segundo lugar, ficaram os sites de pesquisa especializados em educação internacional e as redes sociais, com 53% cada. Os sites oficiais das universidades servem de fonte para 52% dos respondentes.

O que os estudantes brasileiros responderam?

Pouco mais de 10% dos respondentes eram usuários do Brasil, sendo 9% brasileiros e a porcentagem restante representada por Moçambique, Angola e outros. Entre os participantes brasileiros, 67% eram mulheres e 33%, homens. De acordo com as respostas, o que eles mais procuram para estudar no exterior são graduações e cursos de Inglês como Segunda Língua, conhecidos como ESL. O Canadá aparece como o destino de estudo mais popular. 

A nova pesquisa identificou também a popularidade dos Estados Unidos como destino de estudo entre os respondentes brasileiros agora que o presidente Donald Trump já governa o país há alguns meses e estabeleceu novas leis de imigração. Segundo os resultados, 51% disseram ser “muito provável” que estudariam em uma universidade internacional. Antes das eleições, 71% apresentavam-se “muito interessados” em estudar nos EUA; em abril de 2017, este número caiu para 49%. Já os que responderam “um pouco interessado” aumentaram de 12% para 23%.

Conheça as preferências dos estudantes brasileiros quando o assunto é estudar no exterior:

Tipo de curso:

  • 42% - Graduação;
  • 32% - Cursos de inglês (ESL);
  • 21% - Pós-graduações;
  • 4% - Doutorados;
  • 1% - Associates.

Áreas de estudo:

  • 34% - Cursos de inglês (ESL);
  • 26% Saúde e Medicina;
  • 21% - Negócios e Gestão;
  • 18% - Artes Criativas e Design;
  • 17% - Humanas;
  • 13% - Engenharia;
  • 13% - Estudos Sociais e Midiáticos;
  • 11% - Viagem e Treinamento;
  • 11% - Direito;
  • 8% - Ciências Puras e Aplicadas;
  • 8% - Arquitetura e Construção;
  • 5% - Agricultura e Medicina Veterinária;
  • 5% - Cuidado Pessoal e Fitness;
  • 11% - Outros.

Em qual ano pretendem estudar no exterior:

  • 48% - 2007
  • 24% - 2018
  • 12% - 2019
  • 12% - 2020
  • 5% - 2021+

Recursos mais usados como pesquisa sobre estudar no exterior:
(Os respondentes podiam escolher mais de uma alternativa.)

  • 68% - Mecanismos de pesquisa (como o Google);
  • 66% - Sites das universidades;
  • 59% - Sites de pesquisa especializados em educação internacional (com o o Hotcourses Brasil);
  • 43% - Redes sociais;
  • 25% - Feiras universitárias internacionais;
  • 24% - Rankings universitários;
  • 23% - Outros estudantes que estão no exterior;
  • 13% - Materiais universitários impressos;
  • 6% - Conversar pessoalmente com um representante universitário;
  • 1% - Outro.

Razões para querer estudar especificamente nos Estados Unidos:
(Os respondentes podiam escolher mais de uma alternativa.)

  • 48% - Bolsas de estudo particulares oferecidas;
  • 46% - Interesse por uma universidade específica;
  • 36% - Nenhuma oportunidade de ensino superior no país de origem;
  • 23% - Financiamento do governo;
  • 12% - Um amigo ou parente nos EUA;
  • 7% - Atualmente matriculado em uma escola de ensino médio nos EUA;
  • 3% - Atualmente matriculado em uma universidade nos EUA;
  • 13% - Outra.

Outros destinos de estudo mais procurados:
(Os respondentes podiam escolher mais de uma alternativa.)

  • 75% - Canadá;
  • 54% - Reino Unido;
  • 47% - Austrália;
  • 32% - Nova Zelândia;
  • 7% - Singapura;
  • 4% - Malásia;
  • 26% - Outro.

Qual é a principal preocupação deles sobre estudar nos EUA: 
(Os respondentes podiam escolher mais de uma alternativa.)

  • 42% - Requisitos para o visto;
  • 36% - Não ter nenhum parente ou amigo nos EUA;
  • 36% - Incerteza política;
  • 35% - A barreira do idioma;
  • 31% - Discriminação;
  • 29% - Requisitos acadêmicos;
  • 26% - Segurança;
  • 11% - Diferenças culturais;
  • 1% - Outra.

Qual fator aumentaria o interesse de estudar nos EUA: 
(Os respondentes podiam escolher mais de uma alternativa.)

  • 79% - Bolsa de estudo ou incentivo financeiro;
  • 57% - Oportunidades profissionais após a graduação;
  • 47% - Serviços de suporte da universidade;
  • 46% - Confiança do governo americano;
  • 36% - Curso acadêmico de interesse;
  • 33% - Saber sobre experiências positivas de outros estudantes internacionais;
  • 22% - Ter um amigo ou parente nos EUA.

O que é mais importante quando pesquisam por universidades no exterior:
(Os respondentes podiam escolher mais de uma alternativa.)

  • 61% - Conteúdo relevante sobre a universidade;
  • 60% - A possibilidade de visitar o site da universidade para saber mais;
  • 55% - A possibilidade de fazer perguntas diretamente para a universidade;
  • 51% - Avaliações feitas por outros estudantes que já cursaram a universidade;
  • 36% - Conhecer um representante da universidade pessoalmente;
  • 4% - Outro.
BANCO DE REDAÇÕES

Elabore sua redação com o tema atual e as publique aqui no banco de redações

Tema

PESQUISA DE FACULDADES
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola